Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da expressão de proteínas de polaridade em processos neoplásicos associados ao Papilomavírus humano utilizando culturas organotípicas

Processo: 12/51017-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2013 - 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Convênio/Acordo: CONICET
Pesquisador responsável:Enrique Mario Boccardo Pierulivo
Beneficiário:Enrique Mario Boccardo Pierulivo
Pesq. responsável no exterior: Daniela Gardiol
Instituição no exterior: Universidad Nacional de Rosario (UNR), Argentina
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/20002-0 - Estudo de Letalidade Sintética em células infectadas por papilomavírus humano (HPV), AP.JP
Assunto(s):Infecções por Papillomavirus  Oncoproteínas  Moléculas de adesão celular  Cultura organotípica  Neoplasias uterinas 

Resumo

Alguns tipos de HPV, conhecidos coletivamente como HPV de alto risco, estão etiologicamente associadas com quase a totalidade dos cânceres da cérvice uterina e com mais de 50% de outros cânceres anogenitais. A infecção por estes tipos de vírus tem sido associada à presença de alterações no padrão de proliferação celular em tecidos, aumento da relação núcleo citoplasma nas células dos epitélios infectado e ao aumento de alterações genômicas. Estas características são comuns à maioria dos cânceres humanos. Os HPV de alto risco expressam duas oncoproteínas, E6 e E7, que agem sobre fatores celulares específicos promovendo proliferação celular, favorecendo a perda de polaridade celular e a transição epitélio-mesequima. Diversos estudos de nossos laboratórios mostram que vários alvos celulares da proteína E6 estão envolvidos na manutenção da polaridade celular, entre eles a proteína humana homóloga ao supressor de tumores de Drosophila, Disc large (DLG1). Esta proteína se localiza nas uniões aderentes entre células desenvolvendo funções estruturais e de transdução de sinais. A proteína E6 de HPV de alto risco se liga à proteína DLG1 induzindo sua degradação pela via de proteólise dependente de ubiquitina. De fato, a perda de expressão de DLG1 tem sido observada em lesões de alto grau e carcinomas... (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
Pele de laboratório 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BUGNON VALDANO, M.; CAVATORTA, A. L.; MORALE, M. G.; MARZIALI, F.; DE SOUZA LINO, V.; STEENBERGEN, R. D. M.; BOCCARDO, E.; GARDIOL, D. Disc large 1 expression is altered by human papillomavirus E6/E7 proteins in organotypic cultures of human keratinocytes. JOURNAL OF GENERAL VIROLOGY, v. 97, n. 2, p. 453-462, FEB 2016. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.