Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização morfofisiológica da próstata de gerbilos adultos e senis expostos ao etinilestradiol no período neonatal

Processo: 12/12607-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2013 - 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Patricia Simone Leite Vilamaior
Beneficiário:Patricia Simone Leite Vilamaior
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/12558-6 - Caracterização morfofisiológica da próstata de gerbilos adultos e senis expostos ao etinilestradiol no período neonatal, BP.TT
Assunto(s):Próstata  Hormônios esteroides gonadais  Etinilestradiol  Histoquímica  Gerbillinae 

Resumo

A próstata é uma glândula acessória do sistema genital masculino responsável pela produção de um líquido alcalino que garante a capacitação e a sobrevivência dos espermatozóides. O seu desenvolvimento ocorre sob influência de um controle androgênico e estrogênico regulado e preciso, de forma que sensíveis interferências podem predispor essa glândula a desenvolver doenças como hiperplasia prostática benigna e câncer durante a vida adulta e senil. A exposição aos estrógenos sintéticos durante os períodos de desenvolvimento embrionário e neonatal tem sido relacionada a distúrbios permanentes na morfofisiologia de vários órgãos do sistema genital masculino. Estudos epidemiológicos indicam que homens que foram expostos a componentes estrogênicos durante os períodos de desenvolvimento embrionário e neonatal apresentaram maior probabilidade de ocorrência de infertilidade e de câncer de testículo e de próstata. Até o momento não é possível afirmar se existem fatores intrínsecos do desenvolvimento que podem predispor a glândula prostática ao desenvolvimento de câncer com a idade. Porém, como a exposição precoce a hormônios esteróides é capaz de alterar permanentemente vários órgãos reprodutivos, torna-se questionável se esses agentes também podem interferir com a estrutura e a fisiologia prostática. Com base nesses relatos, o objetivo deste estudo é avaliar se a exposição neonatal ao desregulador endócrino etinilestradiol pode causar alterações morfofisiológicas na próstata de gerbilos durante as fases adulta e senil. Para isso, serão realizadas análises sorológicas, morfológicas, morfométrico-estereológicas, imunocitoquímicas e ultraestruturais. A partir dos resultados obtidos, será possível avaliar se a exposição precoce aos desreguladores endócrinos pode favorecer o surgimento de lesões prostáticas ao longo da vida. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FALLEIROS-JUNIOR, LUIZ R.; PEREZ, ANA P. S.; TABOGA, SEBASTIAO R.; DOS SANTOS, FERNANDA C. A.; VILAMAIOR, PATRICIA S. L. Neonatal exposure to ethinylestradiol increases ventral prostate growth and promotes epithelial hyperplasia and inflammation in adult male gerbils. International Journal of Experimental Pathology, v. 97, n. 5, p. 380-388, OCT 2016. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.