Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da elevação da pressão arterial com noradrenalina sobre a microcirculação de pacientes com choque séptico e hipertensão arterial prévia

Processo: 12/19051-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2013 - 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Flavia Ribeiro Machado
Beneficiário:Flavia Ribeiro Machado
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Antonio Tonete Bafi ; Flávio Geraldo Rezende de Freitas ; Karla Tuanny Fiorese Coimbra ; Luciano Cesar Pontes de Azevedo ; Nathaly Fonseca Nunes
Assunto(s):Terapia intensiva  Choque séptico  Hemodinâmica  Pressão sanguínea  Microcirculação  Hipertensão 

Resumo

O nível ideal de pressão arterial média a ser alcançado no choque séptico é alvo de debate. Alguns estudos buscaram correlacionar o aumento da pressão arterial em pacientes com choque séptico melhora da perfusão tecidual. Porém, faltam estudos para avaliar especificamente pacientes em choque séptico previamente hipertensos. O objetivo principal deste estudo é avaliar o efeito do aumento do nível de pressão arterial sobre a microcirculação desses pacientes. Propõe-se um estudo clínico prospectivo a ser realizado nas unidades de terapia intensiva da Disciplina de Anestesiologia, Dor e Terapia Intensiva da Universidade Federal de São Paulo e unidade de terapia intensiva do Hospital do Rim e Hipertensão. Serão incluídos 40 pacientes, 20 sem histórico conhecido de hipertensão arterial sistêmica e 20 com este diagnóstico há mais de 2 anos e com lesão clínica ou subclíca de órgãos alvo. Serão adotados também os seguintes critérios de inclusão: idade igual ou superior a 18 anos, uso de noradrenalina por mais de 12 horas e menos de 48 horas, nível de sedação igual ou maior que Ramsay 4, presença de cateter venoso central e termo de consentimento assinado. Os critérios de exclusão serão: gravidez, cirrose, esclerose sistêmica, necessidade de se manter pressão arterial média alvo acima de 65mmHg por outras indicações e dose de noradrenalina < 0,1 µg/Kg/min ou e 1,0 µg/Kg/min. Serão obtidas variáveis hemodinâmicas e da microcirculação sublingual, esta última por meio de dispositivo próprio, o sidestream darkfield, analisadas por software específico. As mudanças nas variáveis hemodinâmicas e de microcirculação serão comparadas nos dois grupos de pacientes, antes e após a elevação da pressão arterial. Espera-se que a melhora da microcirculação seja observada apenas nos doentes previamente hipertensos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FIORESE COIMBRA, KARLA TUANNY; REZENDE DE FREITAS, FLAVIO GERALDO; BAFI, ANTONIO TONETE; PINHEIRO, TUANNY TEIXEIRA; NUNES, NATHALY FONSECA; PONTES DE AZEVEDO, LUCIANO CESAR; MACHADO, FLAVIA RIBEIRO. Effect of Increasing Blood Pressure With Noradrenaline on the Microcirculation of Patients With Septic Shock and Previous Arterial Hypertension. Critical Care Medicine, v. 47, n. 8, p. 1033-1040, AUG 2019. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.