Busca avançada
Ano de início
Entree

Filogeografia de nova geração do grupo de cactáceas Pilosocereus aurisetus: teste de hipóteses e desenvolvimento de marcadores nucleares

Processo: 12/22477-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2013 - 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Evandro Marsola de Moraes
Beneficiário:Evandro Marsola de Moraes
Instituição-sede: Centro de Ciências Humanas e Biológicas (CCHB). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Sorocaba , SP, Brasil
Assunto(s):Genética populacional  Cactaceae  Diversidade genética  Filogeografia  Marcador molecular 

Resumo

Apesar da grande diversidade e níveis elevados de endemismo nos enclaves de vegetação de vegetação xerófita dispersos pelo bioma Cerrado, os mecanismos de diversificação nesses enclaves ainda são pouco compreendidos. Entre os táxons vegetais ecologicamente restritos a esses ambientes, o grupo de cactáceas PILOSOCEREUS AURISETUS é composto por oito espécies com distribuição disjunta no sudeste e centro-oeste do Brasil. Uma complexa estrutura filogeográfica foi observada nesse grupo, provavelmente resultado de uma história complexa de eventos demográficos envolvendo mudanças na distribuição das espécies e contato secundário com fluxo gênico. No entanto, a investigação desses eventos foi bastante limitada pela variação insuficiente nos marcadores moleculares disponíveis, os quais retêm sinais muito fracos dos processos demográficos históricos ocorridos nessas espécies. Nesse projeto serão produzidos dados genômicos através de pirosequenciamento na plataforma Roche 454 de uma amostra de 40 indivíduos de oito populações e quatro espécies diferentes utilizando um procedimento de representação reduzida do genoma e etiquetas moleculares individuais. Os dados de sequência (locos completos e polimorfismos de nucleotídeos únicos) serão utilizados para testar hipóteses filogeográficas específicas sobre o processo de diversificação dessas espécies. A partir dos dados genômicos também serão desenvolvidos marcadores nucleares anônimos e microssatélites com nível de variação adequada para serem usados em estudos filogeográficos posteriores envolvendo uma amostragem extensiva das populações desse grupo de espécies. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEREZ, MANOLO F.; CARSTENS, BRYAN C.; RODRIGUES, GUSTAVO L.; MORAES, EVANDRO M. Anonymous nuclear markers reveal taxonomic incongruence and long-term disjunction in a cactus species complex with continental-island distribution in South America. Molecular Phylogenetics and Evolution, v. 95, p. 11-19, FEB 2016. Citações Web of Science: 7.
BONATELLI, ISABEL A. S.; CARSTENS, BRYAN C.; MORAES, EVANDRO M. Using Next Generation RAD Sequencing to Isolate Multispecies Microsatellites for Pilosocereus (Cactaceae). PLoS One, v. 10, n. 11 NOV 11 2015. Citações Web of Science: 6.
MORAES, E. M.; CIDADE, F. W.; SILVA, G. A. R.; MACHADO, M. C. Polymorphic microsatellite markers for the rare and endangered cactus Uebelmannia pectinifera (Cactaceae) and its congeneric species. Genetics and Molecular Research, v. 13, n. 4, p. 10359-10366, 2014. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.