Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do treinamento concorrente com oclusão vascular na hipertrofia muscular de idosos

Processo: 12/22817-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2013 - 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Carlos Ugrinowitsch
Beneficiário:Carlos Ugrinowitsch
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Anselmo Sigari Moriscot ; Claudia Regina Cavaglieri ; Cleiton Augusto Libardi ; Mara Patricia Traina Chacon Mikahil
Assunto(s):Envelhecimento  Treinamento de força  Hipertrofia  Fibras musculares  Idosos 

Resumo

O American College of Sports Medicine recomenda a realização de treinamentos de força (TF) e aeróbio (TA) para melhora e manutenção da saúde de idosos. Entretanto, quando ambos os regimes de treinamento são associados (Treinamento concorrente - TC), observa-se prejuízo nos ganhos de massa muscular esquelética, principalmente em hipertrofia de fibras do tipo II devido ao efeito de interferência. A redução da área de secção transversal de fibras do tipo II diminui a habilidade de produzir força de forma rápida (i.e. potência muscular e taxa de desenvolvimento de força), o que aumenta a dificuldade de realizar as atividades da vida diária (i. e. subir escadas, levantar da cadeira, etc.) e o risco de queda nessa faixa etária. A redução do volume do TC pode ser uma estratégia para evitar o efeito de interferência, entretanto, ainda não está claro se a melhor forma é a redução do volume do TF, TA ou ambos. A redução do volume total do TF (série x repetições x carga) pode ser interessante, visto que reduziria o risco de lesão, bem como, sobrecarga cardiovascular em idosos. Porém, são recomendadas altas intensidades (>65% 1-RM) de treinamento de força para hipertrofia muscular o que proporciona um volume total elevado. Por outro lado, desde a década passada estudos tem demonstrado que o TF de baixa intensidade (20-50% 1-RM), quando combinado a uma oclusão vascular moderada (TFO) nos grupos musculares exercitados, promove hipertrofia e ganhos de força muscular similar ao TF de alta intensidade. Assim, TFO associado ao TA (treinamento concorrente com oclusão vascular - TCO) pode ser uma alternativa para proporcionar hipertrofia de fibras tipo II com menor estresse mecânico aos idosos, e ainda, evitar o efeito de interferência observado quando o TA é associado ao TF com volume total elevado. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BACURAU, ALINE V. N.; JANNIG, PAULO R.; DE MORAES, WILSON M. A. M.; CUNHA, TELMA F.; MEDEIROS, ALESSANDRA; BARBERI, LAURA; COELHO, MARCELE A.; BACURAU, REURY F. P.; UGRINOWITSCH, CARLOS; MUSARO, ANTONIO; BRUM, PATRICIA C. Akt/mTOR pathway contributes to skeletal muscle anti-atrophic effect of aerobic exercise training in heart failure mice. INTERNATIONAL JOURNAL OF CARDIOLOGY, v. 214, p. 137-147, JUL 1 2016. Citações Web of Science: 10.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.