Busca avançada
Ano de início
Entree

Liposuction induces a compensatory increase of visceral fat which is 1 effectively counteracted by physical activity: a randomized trial

Processo: 12/23484-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de março de 2013 - 31 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Antonio Herbert Lancha Junior
Beneficiário:Antonio Herbert Lancha Junior
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Exercício 

Resumo

Contexto: A cirurgia de lipoaspiração parece ser seguida da recuperação da gordura corporal em longo prazo que pode levar ao aumento do risco cardiovascular. Nossa hipótese foi a de que a atividade física poderia prevenir contra este efeito. Objetivo: Investigar os efeitos da lipoaspiração na distribuição de gordura corporal e fatores de risco cardiometabólico em mulheres submetidas ou não ao treinamento físico após a cirurgia. Desenho experimental: Estudo clínico randomizado com seguimento de 6 meses. Local: Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil. Participantes: 36 mulheres eutróficas e saudáveis. Intervenções: As voluntárias foram submetidas à lipoaspiração abdominal de pequeno volume. Dois meses após a cirurgia, foram alocadas em dois grupos: treinado (TR, n=18, treinamento físico de 4 meses) e não treinado (NT, n=18). Avaliações principais: Distribuição de gordura corporal (avaliada pela tomografia computadorizada), avaliada antes (PRE), dois (POS-2) e seis meses (POS-6) após a cirurgia. Avaliações secundárias incluíram composição corporal, parâmetros metabólicos e consumo alimentar, avaliados nos tempos PRE, POS-2 e POS-6, e gasto energético, capacidade física e tamanho do adipócito e expressão gênica de genes relacionados ao metabolismo lipídico nos tempos PRE e POS-6. Resultados: A lipoaspiração foi eficiente em reduzir a gordura subcutânea abdominal (SAT) (PRE vs. POS-2, p=0.0001). Apesar da manutenção da perda do SAT no POS-6 (p=0.0001), o grupo NT mostrou aumento em 10% da gordura visceral do tempo PRE para o POS-6 (p=0.04; effect size=-0.72) e diminuição do gasto energético (p=0.01; effect size=0.95) quando comparado ao grupo TR. O consumo alimentar, o tamanho dos adipócitos, e a expressão gênica permaneceram inalterados. Conclusão: A lipoaspiração abdominal não induz a recuperação da gordura no local lipoaspirado, mas desencadeia crescimento compensatório de gordura visceral, que é eficientemente prevenido pela prática de atividade física. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.