Busca avançada
Ano de início
Entree

Glytube: Um alimentador artificial de sangue para o vetor de dengue Aedes aegypti, baseado em um tubo conico e parafilme

Processo: 12/23928-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de março de 2013 - 31 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores
Pesquisador responsável:Margareth de Lara Capurro-Guimarães
Beneficiário:Margareth de Lara Capurro-Guimarães
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/53637-0 - Interação Anopheles-Plasmodium: uma abordagem multidisciplinar, AP.TEM
Assunto(s):Dengue  Insetos vetores  Aedes aegypti 

Resumo

Aedes aegypti, o principal vetor do vírus da dengue, necessita de uma refeição de sangue para produzir ovos. Embora animais vivos ainda são a fonte de sangue principal para colônias de laboratório, muitos alimentadores artificiais estão disponíveis. Estes alimentadores também utilizados a infecção oral de Ae. aegypti com o vírus da dengue. No entanto, a maior parte deles são caros ou laboriosa de construir. Com base alimentador Rutledge, nos desenvolvemos um alimentador,utilizando um tubo cónico convencional, glicerol e Parafilm-M.A eficacia da alimentação sanguínea desse aparelho foi comparada a uma fonte de sangue de animais vivos (camundongos)sendo que nao foi observada diferenças significativas (p = 0,1189). Nos alimentados artificialmente (51, 3% de ingurgitamento) e ratos alimentados com grupos (40,6%). Assim, um alimentador fácil de montar e de baixo custo artificial, designado "Glytube" foi desenvolvido no presente trabalho. Este dispositivo de alimentação simples e eficiente pode ser construído com materiais de laboratório comuns para a investigação em Ae.aegypti. (AU)