Busca avançada
Ano de início
Entree

Dieta de canídeos simpátricos e seu papel como dispersores de sementes em uma paisagem silvicultural do Estado de São Paulo

Processo: 12/23897-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2013 - 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Carla Gheler Costa
Beneficiário:Carla Gheler Costa
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade do Sagrado Coração (USC). Bauru , SP, Brasil
Pesq. associados:Luciano Martins Verdade ; Luis Miguel do Carmo Rosalino ; Maria Carolina Lyra-Jorge
Assunto(s):Ecologia animal  Canidae  Mamíferos carnívoros  Dieta animal  Dispersão de sementes  Silvicultura 

Resumo

O Estado de São Paulo vêm sofrendo dramáticas mudanças ambientais, principalmente como consequência das mudanças no uso da terra, desde 1850. Tais mudanças permitiram uma significativa geração de riquezas, mas também levaram à destruição de grande parte dos ecossistemas naturais originais do Estado (Mata Atlântica e Cerrado). Como conseqüência houve uma progressiva degradação na qualidade ambiental, com possíveis extinções locais de espécies de flora e fauna. No entanto, ainda são raros os casos documentados de extinção local de espécies no Estado, o que evidencia possíveis processos adaptativos e também a necessidade da inserção dos agroecossistemas no contexto da conservação biológica. O presente projeto tem por objetivo avaliar, por meio de estudo da cadeia trófica, como as alterações no uso e cobertura do solo em uma paisagem agrícola do estado de São Paulo afetam a dieta e o papel como dispersores de três espécies de canídeos simpátricos. (AU)