Busca avançada
Ano de início
Entree

RTI - 2009 - Isolamento de serinoproteases coagulantes dos venenos de Bothrops (neuwiedi) pauloensis e Crotalus durissus terrificus: caracterização funcional e estrutural

Processo: 09/54250-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Reserva Técnica para Infra-estrutura Institucional de Pesquisa
Vigência: 01 de janeiro de 2010 - 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Benedito Barraviera
Beneficiário:Benedito Barraviera
Instituição-sede: Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos (CEVAP). Centro Virtual de Toxinologia. Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Serina proteases  Venenos de serpentes 

Resumo

Os venenos das serpentes da família crotalinae contêm uma ampla variedade de proteínas e peptídeos que acometem o sistema hemostático humano e animal. Estas proteínas podem ser classificadas como coagulantes e/ou fibrinolíticas (Serinoproteases) e fatores anticoagulantes (nucleotidases, PLA2, metaloproteases, desintegrinas e lectinas tipo C). A alta seletividade dessas proteínas por fatores individuais da coagulação proporciona o uso em tratamentos na clínica médica, aplicação em biotecnologia e desenvolvimento de testes diagnósticos para distúrbios hemostáticos em laboratórios clínicos. O projeto a seguir descreve o estudo sistemático das serinoproteases (fatores coagulantes) dos venenos das serpentes Bothrops (neuwiedi) pauloensis e Crotalus durissus terrificus em nível funcional e estrutural utilizando-se das seguintes estratégias: 1- isolamento em alto grau de pureza das enzimas coagulantes; 2- caracterização bioquímica (grau de pureza, peso molecular, ponto isoelétrico, composição em aminoácidos, sequências N-terminal, estudo de glicosilação e outros); 3- caracterização funcional (atividades tóxicas e farmacológicas); e 4- estrutural (clonagem e sequenciamento de cDNAs; cristalografia por raios X e modelagem molecular). Com tais ensaios experimentais, o projeto poderá gerar informações importantes que poderão corroborar para o melhor entendimento dos mecanismos de ação destas enzimas e suas possíveis aplicações terapêuticas. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.