Busca avançada
Ano de início
Entree

7 cidades - uma leitura perceptiva do grande ABC: contribuição metodológica para conhecer, reconhecer e intervir no espaço urbano

Processo: 03/06453-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa em Políticas Públicas
Vigência: 01 de abril de 2004 - 31 de maio de 2008
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Planejamento Urbano e Regional - Métodos e Técnicas do Planejamento Urbano e Regional
Pesquisador responsável:Artur Ferreira Cole
Beneficiário:Artur Ferreira Cole
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa. Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). São Caetano do Sul , SP, Brasil
Instituição parceira: Consórcio Intermunicipal do ABC. Subcomitê de Bacia Hidrográfica Billings-Tamanduateí
Assunto(s):Espaço urbano  Cidades  Patrimônio cultural 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Pesquisa...publicas_88_82_83.pdf

Resumo

CIDADES é a primeira pesquisa a ser realizada pelo Laboratório Espaço Urbano de Qualidade, estabelecido no termo de acordo firmado pela Câmara Regional do Grande ABC, em janeiro de 2000, com a participação de pesquisadores da Universidade do Grande ABC, Consórcio Intermunicipal da bacia do Alto Tamanduateí e Billings - que integra e representa os sete municípios do ABC - e a Agência de Desenvolvimento Econômico do Grande ABC, com assessoria técnica do CONDEPHAAT, representando o Governo do estado. O Projeto se propõe a construir coletivamente uma metodologia de investigação do espaço urbano para a identificação do patrimônio cultural e ambiental, marcos da identidade local e regional, possibilitando uma interpretação sobre a necessidade de intervenções de requalificação urbana a partir da percepção do espaço. Para tanto, reúne a experiência do grupo de pesquisadores na percepção poética e intelectual das relações entre arte e cidade, natureza e cultura, história e memória, ao conhecimento técnico daqueles que trabalham e vivenciam o cotidiano das cidades e as memórias e imagens dos que ali vivem. Sua realização se dará por meio do debate conceitual e metodológico e de visitas de campo com a elaboração de registros de imagens, desenhos, fotos, mapas mentais, integrando memória e imagem e possibilitando novos e múltiplos pontos de vista. Assim, promove o debate sobre políticas públicas, envolvendo qualidade de vida e bem-estar da população, na direção de identificar e afirmar identidades, seja de ser cidadão que tem memória e realiza vivências, produzindo experiência individual e coletiva, seja do lugar que apresenta imagens únicas, produzindo referência e orientação. Identidades essas que são fundantes na constituição e configuração do cenário do acontecimento do ser: a cidade. (AU)