Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da genotoxicidade na prenhez de ratas com diabete em intensidade moderada

Resumo

A hiperglicemia, manifestação clínica principal do Diabetes mellitus, não somente gera espécies reativas de oxigênio (ROS), mas também diminui os mecanismos antioxidantes. Os estudos experimentais e clínicos sugerem que há intima relação entre hiperglicemia e estresse oxidativo. Tendo em vista que gestantes diabéticas apresentam estresse oxidativo exacerbado, marcadores dos produtos da peroxidação lipídica e das atividades das enzimas antioxidantes podem ser ferramentas para avaliação dos riscos de uma gestação diabética ao organismo fetal/neonatal. O presente trabalho tem como objetivo investigar os níveis de danos oxidativos causados por ROS no DNA materno, placentário e/ou fetal (8-OHdG), os danos em proteínas (determinação da concentração de proteína carbonil no plasma) e em lipídios (determinação da concentração de 8-iso PGF2a no plasma) no organismo materno. Serão utilizados ratos (machos e fêmeas) da linhagem Wistar e o diabete será induzido no 2º dia de prenhez através de uma injeção de streptozotocin na dose de 25 mg/kg de peso corporal. As ratas do grupo não-diabético (controle) receberão somente tampão citrato na mesma dose do grupo que receberá a droga diabetogênica. O critério de inclusão estabelecido para compor o grupo de ratas com diabete de intensidade moderada consistirá em ratas que apresentarem valores glicêmicos entre 120 mg/dL e 200 mg/dL. No 21º dia de prenhez, as ratas serão anestesiadas e mortas para coleta das amostras de sangue e tecido placentário para análise dos danos oxidativos em proteínas, lipídeos e DNA. Após a laparotomia, os recém-nascidos serão pesados, anestesiados e mortos para coleta de sangue para análise dos danos oxidativos no DNA. Será considerado p<0,05 como limite de significância estatística. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LIMA, P. H. O.; SINZATO, Y. K.; GELALETI, R. B.; CALDERON, I. M. P.; RUDGE, M. V. C.; DAMASCENO, D. C. Genotoxicity Evaluation in Severe or Mild Diabetic Pregnancy in Laboratory Animals. EXPERIMENTAL AND CLINICAL ENDOCRINOLOGY & DIABETES, v. 120, n. 5, p. 303-307, MAY 2012. Citações Web of Science: 8.
IESSI, ISABELA L.; BUENO, ALINE; SINZATO, YURI K.; TAYLOR, KRISTIN N.; RUDGE, MARILZA V. C.; DAMASCENO, DEBORA C. Evaluation of neonatally-induced mild diabetes in rats: Maternal and fetal repercussions. DIABETOLOGY & METABOLIC SYNDROME, v. 2, JUN 8 2010. Citações Web of Science: 17.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.