Busca avançada
Ano de início
Entree

RTI - 2010 - Classificação e catalogação das coleções de arqueologia e etnologia do extinto Banco Santos - reforma de laboratórios e de espaços de reserva de acervos

Processo: 10/52471-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Reserva Técnica para Infra-estrutura Institucional de Pesquisa
Vigência: 01 de janeiro de 2011 - 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Arqueologia
Pesquisador responsável:Maria Beatriz Borba Florenzano
Beneficiário:Maria Beatriz Borba Florenzano
Instituição-sede: Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Arte plumária  Arqueologia brasileira 

Resumo

Por decisão judicial as coleções arqueológica e etnográfica do extinto Banco Santos estão sob a guarda do MAE/USP desde 2007. Desde então, o MAE vem adequando por etapas espaços e reestruturando laboratórios para acolher todo este material de forma que as peças possam ser estudadas, classificadas, catalogadas, fotografadas e assim, disponibilizadas para a pesquisa. Os espaços que foram adequados passaram por reformas variadas e receberam mobiliário específico. Atualmente, com uma grande requalificação do edifício principal do MAE (refacção de telhados, forros e toda a parte elétrica e de rede) será possível adequar o antigo almoxarifado para receber a última parte da coleção da coleção Banco Santos que se encontra ainda no Memorial da América Latina e que até o final do ano deverá passar ao edifício do MAE na Cidade Universitária. Assim sendo, a Comissão Técnica Administrativa (CTA) e o Conselho Deliberativo (CD) do MAE acolheram projeto da área de curadoria que diz respeito à qualificação de parte dos laboratórios, da área de reserva de acervos do MAE e do espaço do atual almoxarifado para a acomodação da coleção Santos. Esta qualificação diz respeito tanto a trabalhos de construção civil quanto à instalação de mobiliário específico para a guarda de coleções e de equipamentos destinados à manutenção de condições ambientais adequadas à sua preservação. Assim sendo, a verba destinada ao MAE pela FAPESP como parcela para custos de infraestrutura institucional de pesquisa no exercício de 2010 seria utilizada como parte das despesas que a instituição terá com a aquisição de mobiliário especializado para o recebimento destas coleções. A requalificação destes espaços e a provisão de equipamento para guarda e preservação destas importantes coleções proporcionarão um apoio importante à pesquisa coletiva permitindo o acesso a elas por parte de um maior número de pesquisadores. (AU)