Busca avançada
Ano de início
Entree

RTI - 2010/2011 - Plano anual de aplicação da parcela da reserva técnica para implantação de uma nova estrutura operacional do ILPC no Brasil

Processo: 11/51757-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Reserva Técnica para Infra-estrutura Institucional de Pesquisa
Vigência: 01 de dezembro de 2011 - 30 de novembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Anamaria Aranha Camargo
Beneficiário:Anamaria Aranha Camargo
Instituição-sede: Laboratório de Biologia Molecular e Genômica. Instituto Ludwig de Pesquisa sobre o Câncer (ILPC). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Virologia  Biologia computacional  Biologia celular  Genética do câncer  Projetos de infraestrutura  Reserva técnica 

Resumo

A filial brasileira do Instituto Ludwig de Pesquisa sobre o Câncer (ILPC) foi inaugurada em 1983 nas instalações do Hospital A.C. Camargo. Desde a sua criação, o ILPC conduz projetos de pesquisa e assistência social e participa ativamente na formação de recursos humanos especializados em pesquisa básica e aplicada na área de oncologia. Por questões orçamentárias e estratégicas, o ILPC adotará uma nova estrutura operacional a partir de 2012. Essa nova estrutura permitirá uma melhor utilização de seus recursos financeiros para o financiamento de projetos de pesquisa. O instituto continuará atuando no país e financiando os 4 grupos de pesquisa afiliados ao instituto, porém não terá mais uma sede única. Os laboratórios de pesquisa e o setor administrativo serão alocados em diferentes instituições de ensino e pesquisa e os funcionários e pesquisadores do ILPC serão progressivamente absorvidos pelas novas instituições parceiras. Pretendemos utilizar os recursos referentes à reserva técnica institucional 2010/2011 para implantar a nova estrutura operacional do ILPC no Brasil, beneficiando diretamente projetos de pesquisa financiados pela FAPESP através do ILPC nas diferentes instituições parceiras. De uma maneira geral, os recursos serão utilizados para a aquisição de mobiliário e equipamentos de informática e de uso comum, assim como para a contratação de serviços de terceiros para o transporte de equipamentos e mobiliário para as diferentes instituições parceiras. A utilização dos recursos da reserva técnica institucional para a implantação da nova estrutura operacional do ILPC no Brasil permitirá a curto prazo que a transferência dos grupos nas diferentes instituições parceiras transcorra da melhor forma possível, sem prejuízo para as atividades de pesquisa em andamento. A longo prazo, viabilizará a continuidade das atividades de ensino e pesquisa do ILPC no Brasil. (AU)