Busca avançada
Ano de início
Entree

RTI - 2011 - Plano de aplicação da parcela da reserva técnica institucional

Processo: 11/51987-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Reserva Técnica para Infra-estrutura Institucional de Pesquisa
Vigência: 01 de fevereiro de 2012 - 31 de janeiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Ana Paula Contador Packer
Beneficiário:Ana Paula Contador Packer
Instituição-sede: Embrapa Meio-Ambiente. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). Jaguariúna , SP, Brasil
Assunto(s):Reserva técnica 

Resumo

Este plano tem por objetivo principal descrever, de forma sucinta, a aplicação da parcela para custos de infraestrutura institucional para pesquisa, vinculada à linha de fomento Auxílio à Pesquisa - Reserva Técnica Institucional, que ocorrerá na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA, unidade Meio Ambiente. A Embrapa Meio Ambiente foi criada em 1982 com outra denominação e somente na década de 90 começou a ganhar o perfil de atuação atual, que é o resultado de sucessivos trabalhos de planejamento estratégico. Em atendimento à missão instituída pela Embrapa, o foco de atuação da Unidade, transitou da avaliação de impactos ambientais da agropecuária brasileira, para o monitoramento e estudos voltados para a viabilização da gestão ambiental de alguns dos grandes temas ambientais da agropecuária, até a contribuição para a definição de políticas públicas voltadas para gestão ambiental de alguns dos grandes temas-problemas ambientais da agropecuária brasileira. Os grandes temas que abrangem as ações recentemente desenvolvidas pela Unidade são (a) qualidade agroambiental, com foco no monitoramento e na avaliação da qualidade ambiental, (b) manejo agroambiental, com vistas à adequação ambiental de processos produtivos e (c) políticas agroambientais, com atenção especial à avaliação de alternativas tecnológicas e às recomendações para definição de políticas públicas. Assim, para suprir as demandas acima listadas, a Unidade de Pesquisa conta atualmente com uma equipe de 177 profissionais efetivos (58 pesquisadores, 44 analistas e 75 assistentes) e um complexo de laboratórios com 17 unidades de apoio e 45 hectares de campos experimentais. Devido à missão institucional de pesquisa e desenvolvimento tecnológico e em função da sua produtividade, a Embrapa Meio Ambiente recebeu o montante de R$ 31.721,00, ano base 2010, exercício 2011, referente à parcela para custos de infraestrutura institucional para pesquisa destinada ao apoio da estrutura coletiva de pesquisa que beneficie os projetos de pesquisa da Unidade. Com os quais, pretende-se adquirir 3 moinhos e seus consumíveis para compor o setor de preparo de amostras das unidades. (AU)