Busca avançada
Ano de início
Entree

RTI - 2012 - Plano anual de aplicação da parcela para custos de infraestrutura institucional para pesquisa

Processo: 12/51047-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Reserva Técnica para Infra-estrutura Institucional de Pesquisa
Vigência: 01 de outubro de 2012 - 30 de setembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física
Pesquisador responsável:Juan Carlos Montero Garcia
Beneficiário:Juan Carlos Montero Garcia
Instituição-sede: Instituto de Física Teórica (IFT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Reserva técnica 

Resumo

Os recursos da Reserva Técnica Institucional serão utilizados incrementar e dar suporte às atividades de pesquisa do Instituto de Física Teórica da UNESP. O Instituto de Física Teórica da UNESP mudou-se em abril de 2009 para o prédio construído com recursos do BNDES e da UNESP no novo Campus São Paulo, na Barra Funda. O ambiente oferecido para a pesquisa apresenta, contudo, algumas deficiências. Uma das nossas prioridades é a de prover ar-condicionado para todos os integrantes do 1FT. Os professores do quadro permanente, os professores visitantes, pós-doutorandos e jovens pesquisadores são abrigados em salas de aproximadamente 12 m2. Essas salas, sofrem no verão com altas temperaturas, prejudicando o funcionamento de equipamentos (vários adquiridos com verbas da FAPESP) e chegando a incapacitar o trabalho dos pesquisadores em dias muito quentes. O projeto arquitetônico do prédio e a natureza das salas individuais demandam um projeto de ar-condicionado baseado na tecnologia VRF (Variable Refrigerant Flow), ideal para esse ambiente. Essa tecnologia permite a instalação de I máquina condensadora para cada 16 salas, ou seja, 1 condensador por andar. O grande diferencial do VRF é a combinação de uma tecnologia eletrônica com sistemas de controle multiprocessados aliado a múltiplas unidades internas em um só ciclo de refrigeração, produzindo um baixo consumo de energia. A UNESP, com verbas próprias, junto com o uso da Reserva Técnica Institucional do ano de 2010 por parte do 1FT, conseguiu prover ar-condicionado para o quadro permanente do 1FT que ocupa o 3° e o 4° andar do prédio. Resta, portanto, oferecer a mesma facilidade para os ocupantes das salas localizadas no 1 ° e no 2° andar, uma vez que as instalações destinadas aos alunos e à Biblioteca já contam com este recurso desde a inauguração do prédio. (AU)