Busca avançada
Ano de início
Entree

RTI - Plano anual de aplicação da parcela da reserva técnica para custos de infraestrutura coletiva institucional para pesquisa

Processo: 12/51185-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Reserva Técnica para Infra-estrutura Institucional de Pesquisa
Vigência: 01 de novembro de 2012 - 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Lourdes Aparecida Marques
Beneficiário:Lourdes Aparecida Marques
Instituição-sede: A C Camargo Cancer Center. Fundação Antonio Prudente (FAP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Projetos de infraestrutura  Reserva técnica  Institutos de pesquisa 

Resumo

A Fundação Antônio Prudente, mantenedora do Hospital do Câncer A. C. Camargo é uma instituição de referência em Oncologia no. Brasil e na América Latina. Desde sua criação: em 1953, vem se projetando como um centro de pesquisa, diagnóstico e tratamento de câncer, e também como formadora de profissionais especializados em oncologia. O programa de pós-graduação em Oncologia da Fundação é credenciado pelo Ministério da Educação e Cultura - MEC e reconhecido pela CAPES, com cursos de mestrado e doutorado. Esse programa recebeu a nota 7 (nota máxima), sendo elogiado pela alta qualidade e quantidade de produção científica. A residência medica é responsável pela formação anual de aproximadamente um terço dos médicos oncologistas do Brasil e é credenciada pela Comissão Nacional de Residência Médica do MEC, oferecendo cursos em seis especialidades: Anatomia Patológica, Cirurgia Oncológica, Oncologia Clínica, Oncologia Pediátrica, Radiologia e Radioterapia. Desde o ano 2000, o Hospital é considerado um dos CEPID, recebendo auxílio da FAPESP. A alta qualidade dos estudos realizados na Instituição ganha repercussão nacional e internacional com grande quantidade de trabalhos publicados e protocolos desenvolvidos. Esse conhecimento aliado à pesquisa permite buscar sempre novas formas de combater o câncer, proporcionando uma sobrevida melhor aos pacientes e evoluindo no diagnóstico e tratamento dessa doença. Para prestar esse atendimento com qualidade, necessitamos disponibilizar uma infraestrutura de apoio aos exames realizados dos projetos do CEPID, principalmente para os projetos de algumas especialidades, adquirindo os seguintes equipamentos: bisturi argônico e aspirador ultrassônico. O equipamento de bisturi argônico permitirá realizar mais cirurgias, utilizando-se métodos minimamente invasivos e resultando em melhor restabelecimento dos pacientes. Com a incorporação de novas tecnologias, o hospital necessita de equipamento aspirador ultrassônico para fazer a aspiração de materiais em campo cirúrgico. (AU)