Busca avançada
Ano de início
Entree

Sedimentos e paleossolos em sistemas deposicionais desérticos do Cretáceo (Grupo Bauru, SE do Brasil, e formação Los Llanos, W da Argentina): proxies para interpretações paleoambientais e uso estratigráfico

Processo: 12/23209-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2013 - 30 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Giorgio Basilici
Beneficiário:Giorgio Basilici
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados:Patrick Francisco Führ Dal' Bó ; Romulo Simoes Angelica
Assunto(s):Sedimentologia  Paleossolos  Paleoambientes  Estratigrafia  Sistemas deposicionais  Eolianitos  Cretáceo 

Resumo

Embora nas sucessões sedimentares continentais e parálicas antigas os paleossolos sejam muito comuns, estes são carentes nos estudos sedimentológicos e estratigráficos e/ou frequentemente descritos como camadas maciças e interpretados como efeitos diagenéticos ou consequência de fluxos de detrito. Contudo, os paleossolos são elementos geológicos importantes e proveitosos porque registram com maior confiabilidade dos sedimentos os fatores genéticos ambientais e porque constituem claras evidências da interrupção dos processos sedimentares. Neste sentido os paleossolos representam importantes "proxies" para as reconstruções paleoambientais e para a ordenação estratigráfica de espessas e/ou complexas sucessões sedimentares. Com este projeto se propõe continuar e amplificar uma pesquisa concluída em 2010 (Projeto Fapesp 2007/00140-6), cuja área de estudo tem sido a porção setentrional de exposição do Grupo Bauru. Nós interpretamos esta porção do Grupo Bauru formado por deposição numa área de lençol de areia eólica onde fases de instabilidade topográfica (erosão e sedimentação) se alternaram com fases de estabilidade topográfica (pedogênese). Os resultados desta pesquisa colocaram em evidência a importância dos paleossolos como indicadores paleoambientais e meios de subdivisão estratigráfica. Este novo projeto propõe verificar a potencialidade dos paleossolos em interação com os depósitos como meios de análise paleoambiental e estratigráfica mediante o estudo da área oriental de exposição do Grupo Bauru (estado de São Paulo) e da Formação Los Llanos (La Rioja, Argentina). A sucessão do Grupo Bauru, nos arredores dos municípios de Marília e Echaporã (SP), possui características sedimentares e paleopedológicas diferentes de quanto observado na área de estudo anterior (porção setentrional nos estados de MS e GO). Com isto, se pensa que o estudo desta nova área possa mostrar uma evolução diferencial do Grupo Bauru com relativas consequências na reconstrução paleoambiental e estratigráfica. A Formação Los Llanos (La Rioja, Argentina), de idade Cretácica e localizada a 900 km de latitude mais para sul e 1600 km de longitude mais para oeste da área de estudo do Grupo Bauru, mostra uma sucessão sedimentar constituída por depósitos eólicos e paleossolos, a primeira vista muito parecida à sucessão do Grupo Bauru. O estudo e comparação entre as duas unidades resulta assim de interesse porque permite: i) verificar a alternância e significado das fases de instabilidade e estabilidade da superfície topográfica (alternâncias depósitos/superfícies erosivas e paleossolos) em área de ambiente deposicional desértico, ii) comprovar a capacidade dos paleossolos como meios de interpretação paleoambiental e subdivisão estratigráfica, iii) gerar uma reconstrução paleoclimática durante o Cretáceo pela porção da America Latina compreendida entre 20-30° de latitude sul. Pela realização deste projeto serão usados métodos de análise sedimentológica e paleopedológica integrados, que atuarão mediante técnicas de campo como de laboratório. O objetivo principal desta pesquisa é verificar a importância dos paleossolos, quando estudados juntamente aos depósitos, como proxies paleoambientais e estratigráficos. Para conseguir este objetivo, serão seguidos os seguintes alvos secundários no Grupo Bauru e na Formação Los Llanos: i) interpretação dos fatores que controlaram os processos deposicionais e paleopedogenéticos; ii) definição de uma geometria estratigráfica usando os princípios da arquitetura deposicional e da estratigrafia de sequências aplicada a sistemas eólicos e desérticos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pesquisadores descobrem na Argentina um crocodilo herbívoro 
Fossil of herbivorous crocodile discovered in Argentina 
Científicos descubren un fósil de cocodrilo herbívoro en Argentina 

Publicações científicas (8)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
THEODORO SOARES, MARCUS VINICIUS; BASILICI, GIORGIO; LORENZONI, PAOLO; COLOMBERA, LUCA; MOUNTNEY, NIGEL PHILIP; MARTINELLI, AGUSTIN GUILLERMO; MESQUITA, AQUILA FERREIRA; MARINHO, THIAGO DA SILVA; VASCONEZ GARCIA, RICHARD GUILLERMO; MARCONATO, ANDRE. Landscape and depositional controls on palaeosols of a distributive fluvial system (Upper Cretaceous, Brazil). SEDIMENTARY GEOLOGY, v. 410, DEC 2020. Citações Web of Science: 0.
SOARES, MARCUS VINICIUS THEODORO; BASILICI, GIORGIO; DA SILVA MARINHO, THIAGO; MARTINELLI, AGUSTIN GUILLERMO; MARCONATO, ANDRE; MOUNTNEY, NIGEL PHILIP; COLOMBERA, LUCA; MESQUITA, AQUILA FERREIRA; VASQUES, JULIA TUCKER; JUNIOR, FRANCISCO ROMERO ABRANTES; RIBEIRO, LUIZ CARLOS BORGES. Sedimentology of a distributive fluvial system: The Serra da Galga Formation, a new lithostratigraphic unit (Upper Cretaceous, Bauru Basin, Brazil). GEOLOGICAL JOURNAL, v. 56, n. 2, SI SEP 2020. Citações Web of Science: 1.
MARTINELLI, AGUSTIN G.; BASILICI, GIORGIO; FIORELLI, LUCAS E.; KLOCK, CAROLINA; KARFUNKEL, JOACHIM; DINIZ, ARIELA COSTA; SOARES, MARCUS V. T.; MARCONATO, ANDRE; DA SILVA, JOAO ISMAEL; RIBEIRO, LUIZ CARLOS B.; MARINHO, THIAGO S. Palaeoecological implications of an Upper Cretaceous tetrapod burrow (Bauru Basin; Peiropolis, Minas Gerais, Brazil). PALAEOGEOGRAPHY PALAEOCLIMATOLOGY PALAEOECOLOGY, v. 528, p. 147-159, AUG 15 2019. Citações Web of Science: 0.
THEODORO SOARES, MARCUS VINICIUS; BASILICI, GIORGIO; DAL'BO, PATRICK FUHR; MARINHO, THIAGO DA SILVA; MOUNTNEY, NIGEL PHILIP; COLOMBERA, LUCA; DE OLIVEIRA, EMERSON FERREIRA; BRITO DA SILVA, KARLA EVENNY. Climatic and geomorphologic cycles in a semiarid distributive fluvial system, Upper Cretaceous, Bauru Group, SE Brazil. SEDIMENTARY GEOLOGY, v. 372, p. 75-95, OCT 2018. Citações Web of Science: 5.
BASILICI, GIORGIO; MARTIN HECHENLEITNER, ESTEBAN; ERNESTO FIORELLI, LUCAS; DAL BO, PATRICK FUHR; MOUNTNEY, NIGEL PHILIP. Preservation of titanosaur egg clutches in Upper Cretaceous cumulative palaeosols (Los Llanos Formation, La Rioja, Argentina). PALAEOGEOGRAPHY PALAEOCLIMATOLOGY PALAEOECOLOGY, v. 482, p. 83-102, SEP 15 2017. Citações Web of Science: 2.
BASILICI, GIORGIO; DAL' BO, PATRICK FUHR; DE OLIVEIRA, EMERSON FERREIRA. Distribution of palaeosols and deposits in the temporal evolution of a semiarid fluvial distributary system (Bauru Group, Upper Cretaceous, SE Brazil). SEDIMENTARY GEOLOGY, v. 341, p. 245-264, JUL 15 2016. Citações Web of Science: 11.
FIORELLI, LUCAS E.; LEARDI, JUAN M.; MARTIN HECHENLEITNER, E.; POL, DIEGO; BASILICI, GIORGIO; GRELLET-TINNER, GERALD. A new Late Cretaceous crocodyliform from the western margin of Gondwana (La Rioja Province, Argentina). CRETACEOUS RESEARCH, v. 60, p. 194-209, MAY 2016. Citações Web of Science: 12.
HECHENLEITNER, E. MARTIN; FIORELLI, LUCAS E.; GRELLET-TINNER, GERALD; LEUZINGER, LEA; BASILICI, GIORGIO; TABORDA, JEREMIAS R. A.; DE LA VEGA, SERGIO R.; BUSTAMANTE, CARLOS A. A new Upper Cretaceous titanosaur nesting site from La Rioja (NW Argentina), with implications for titanosaur nesting strategies. Palaeontology, v. 59, n. 3, p. 433-446, MAY 2016. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.