Busca avançada
Ano de início
Entree

Acidente de trabalho: da análise sócio técnica à construção social de mudanças

Processo: 12/04721-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de abril de 2013 - 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Rodolfo Andrade de Gouveia Vilela
Beneficiário:Rodolfo Andrade de Gouveia Vilela
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores principais:Ildeberto Muniz de Almeida ; Maria Regina Alves Cardoso
Pesq. associados:Anna Maria Chiesa ; Carlos Eduardo Gomes Siqueira ; Francisco de Paula Antunes Lima ; Frida Marina Fischer ; Gislaine Cecília de Oliveira Cerveny ; José Marçal Jackson Filho ; Kleber dos Santos ; Magda Barros Biavaschi ; Manoela Gomes Reis Lopes ; Mara Alice Batista Conti Takahashi ; Marco Antonio Pereira Querol ; Maria Dionísia Do Amaral Dias ; Maria Regina Alves Cardoso ; Sandra Francisca Bezerra Gemma ; Sayuri Tanaka Maeda
Auxílios(s) vinculado(s):18/18614-9 - Desenvolvimento colaborativo para a prevenção de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho: Laboratório de Mudanças na saúde do trabalhador, PUB.LVR.EXT
17/50189-3 - Using big data for small area epidemiological studies: developing a new UK-Brazil partnership, AP.R
15/01311-5 - Laboratório de Mudanças para desenvolvimento da saúde no trabalho, AV.EXT
Bolsa(s) vinculada(s):18/16457-3 - Desenvolvimento e aplicação da metodologia de diagnóstico associado a mudanças, tema 1, BP.TT
17/11005-4 - Construção da Sala de Informação vinculada ao SIVAT Piracicaba. tema 2 do projeto temático, BP.TT
16/12438-9 - Acidente de trabalho: da análise sócio técnica à construção social de mudanças, BP.TT
+ mais bolsas vinculadas 15/16404-9 - Tema 5.5 do projeto auxiliar no aprimoramento do fórum at: análise, prevenção e aspectos associados, BP.TT
15/13301-4 - Laboratório de Mudança como uma metodologia intervencionista para a prevenção de acidentes e outros agravos relacionados ao trabalho, BP.PD
14/25942-1 - Desenvolvimento e aplicação da metodologia de diagnóstico associado à mudanças. tema 1 do projeto temático, BP.TT
14/04501-7 - Desenvolvimento e aplicação da metodologia de diagnóstico associado a mudanças - tema 1, BP.TT
13/15675-3 - Aprimoramento dos sistemas de informação de acidentes de trabalho do município de Piracicaba, SP, BP.TT - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Acidentes de trabalho  Ergonomia no trabalho  Saúde do trabalhador  Segurança do trabalho  Sistemas de informação 

Resumo

Os acidentes de trabalho (AT) constituem o principal agravo à saúde dos trabalhadores no Brasil. Os dados oficiais revelam uma verdadeira epidemia com elevados custos humanos, sociais e financeiros para as empresas e para o Estado. Como fenômenos complexos e multicausais, eles tem sua determinação situada na organização e no processo de trabalho, contrariando o paradigma da segurança comportamental que os reduz aos erros dos operadores, abordagem que traz prejuízos para a prevenção. Com base em acúmulo anterior da equipe, obtido na integração de atividades de pesquisa, ensino e extensão, propõe-se os seguintes objetivos: (1) construir, testar e implantar metodologia de diagnóstico articulado com a mudança de situações perigosas prioritárias; (2) aprimorar o Sistema de Vigilância em Acidente de Trabalho (SIVAT) de modo a integrar os dados da notificação hospitalar com outros bancos e desenvolver sala de informações que forneça indicadores da acidentalidade do interesse do usuário para orientar ações de vigilância orientada por prioridades; (3) investigar a trajetória terapêutica, estimar o custo da atenção aos acidentados graves e com menores de 18 anos na rede SUS, e aprimorar a atenção integral a estes agravos na rede assistencial pública; (4) investigar as concepções adotadas pela justiça na responsabilização e o papel destas medidas na prevenção de novas ocorrências; (5) aprimorar o Fórum de Acidentes enquanto espaço de produção, promoção e educação permanente na abordagem organizacional. Estratégia: O projeto está construído de modo a assegurar a conexão e aproximação destes objetivos por meio do intercâmbio, fortalecimento mútuo e co-gestão na equipe, vista de forma ampliada de modo a incorporar os sujeitos como atores no processo de investigação - transformação. Métodos: compreender no trabalho os determinantes dos riscos de acidentes utilizando-se da combinação de métodos de estudo em profundidade dos acidentes já ocorridos com o estudo da atividade (Modelo de Análise e Prevenção de Acidentes, Análise Ergonômica da atividade, Análise Coletiva do Trabalho) que irão servir de base para o Laboratório de Mudanças (LM) ajustado que será destinado ao reprojeto e transformação das situações perigosas de trabalho. Como meta ferramenta o LM será também usado na reestruturação e melhoria do atendimento dos acidentados na rede assistencial. Resultados esperados: a construção do conhecimento e desenvolvimento de tecnologias inovadoras que possibilitam obter o diagnóstico da relação - trabalho, risco de acidentes - associado à construção social de mudanças efetivas e reprojeto das situações patogênicas e perigosas de trabalho; a ampliação da comunidade de pesquisa incluindo os sujeitos e atores sociais envolvidos; a construção de sala de informação baseada na integração de bancos do SUS com outros bancos que forneça de modo amigável indicadores de interesse do usuário, para auxiliar em ações de vigilância orientadas por prioridades; O conhecimento sobre a trajetória terapêutica dos acidentados graves e menores de 18 anos, a estimativa do custo desta atenção e o aprimoramento da atenção integral aos acidentados na rede SUS; Conhecimento da doutrina jurídica que embasa as decisões da justiça sobre os acidentes de trabalho e suas possíveis repercussões nas práticas preventivas destes eventos; o aprimoramento do Fórum de ATs como mecanismo de produção, promoção, difusão e educação permanente na abordagem da segurança organizacional sistêmica em crítica e substituição à abordagem comportamental; a formação de multiplicadores em análise e prevenção de acidentes; a difusão do conhecimento e das tecnologias desenvolvidas por meio de publicação de artigos científicos; o aprimoramento da cooperação com centros de pesquisa nacionais e internacionais para a análise e prevenção de acidentes; como mecanismos de difusão prevê-se ainda a continuidade das atividades de extensão - encontros presenciais e espaço virtual. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pós-doutorado em Saúde Coletiva com Bolsa da FAPESP 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.