Busca avançada
Ano de início
Entree

Envolvimento de inflamassomo e autofagia na fisiopatologia da pré-eclâmpsia

Processo: 12/24697-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2013 - 30 de abril de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Maria Terezinha Serrão Peraçoli
Beneficiário:Maria Terezinha Serrão Peraçoli
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados:João Pessoa Araújo Junior ; Jose Carlos Peraçoli
Assunto(s):Pré-eclâmpsia  Placenta  Linfócitos T  Inflamassomos  Autofagia  Fatores de transcrição  Citocinas  Monócitos 

Resumo

A pré-eclampsia (PE) é uma patologia obstétrica que incide entre 3% e 8% das gestações e destaca-se como uma das principais causas de morbidade e mortalidade tanto materna como fetal. A literatura sugere que a PE se caracteriza por um estado de má adaptação da tolerância imunológica na interface materno-fetal, determinando baixo fluxo sanguíneo uteroplacentário que resulta em hipóxia/isquemia placentária, estresse oxidativo e restrição de crescimento fetal. No plasma de gestantes portadoras de PE, níveis elevados de estruturas moleculares associadas ao estresse e morte celular, denominados padrões moleculares associados ao dano (DAMPs) como, proteína de choque térmico (Hsp70), HMGB1 (high mobility group box 1), Hialuronan (HA) e Ácido Úrico, parecem contribuir diretamente para a patogênese dessa doença. Essas DAMPs ligam-se a receptores Toll-like (TLR) e Nod-like (NLR), presentes em células da imunidade inata, podendo ativar um complexo intracelular denominado inflamassomo, uma estrutura multi-protéica, importante para o processamento e liberação de interleucina-1 (IL-1b) e IL-18. Essas citocinas são potentes mediadores inflamatórios e importantes na ativação da resposta imune adaptativa, sendo responsáveis pela diferenciação de células T em Th17 e Th1, respectivamente. A autofagia é uma via de degradação lisossomal que remove agregados proteicos e organelas danificadas mantendo a integridade celular, que pode estar comprometida em gestantes portadoras de PE, devido à presença de lesões placentárias causadas por hipóxia/isquemia. Considerando que a geração de inflamassomo está relacionada com resposta inflamatória intensa e que a autofagia pode modular o processo inflamatório, contribuindo para a manutenção da homeostase intracelular, o presente projeto tem como objetivos: 1) determinar a presença de inflamassomo NLRP3 e a ocorrência de autofagia em placenta de gestantes portadoras de PE; 2) Determinar a concentração das DAMPs (Hsp70, HMGB1, Hialuronan e Ácido Úrico) no plasma de gestantes portadoras de pré-eclâmpsia; 3) Avaliar o estado de ativação, endógena e induzida pelas DAMPs (Hsp70, hialuronan e urato monossódico), em monócitos dessas pacientes, pela identificação da presença de inflamassomo NLRP3 e sua associação com a produção de IL-1beta, fator de necrose tumoral-alfa (TNF-alfa e IL-18 nessas células; 4) Avaliar o envolvimento das subpopulações de células T (Th1, Th2, Treg e Th17) pela análise do perfil de citocinas e fatores de transcrição produzidos por essas subpopulações celulares; 5) Correlacionar a ativação do inflamassomo com o perfil das subpopulações de células T. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ROMAO-VEIGA, MARIANA; MATIAS, MARIANA LETICIA; RIBEIRO, VANESSA ROCHA; NUNES, PRISCILA REZECK; BORGES, VERA THEREZINHA M.; PERACOLI, JOSE CARLOS; PERACOLI, MARIA TEREZINHA S. Induction of systemic inflammation by hyaluronan and hsp70 in women with pre-eclampsia. CYTOKINE, v. 105, p. 23-31, MAY 2018. Citações Web of Science: 4.
RIBEIRO, VANESSA R.; ROMAO-VEIGA, MARIANA; ROMAGNOLI, GRAZIELA G.; MATIAS, MARIANA L.; NUNES, PRISCILA R.; BORGES, VERA THEREZINHA M.; PERACOLI, JOSE C.; PERACOLI, MARIA TEREZINHA S. Association between cytokine profile and transcription factors produced by T-cell subsets in early- and late-onset pre-eclampsia. IMMUNOLOGY, v. 152, n. 1, p. 163-173, SEP 2017. Citações Web of Science: 16.
WEEL, INGRID C.; ROMAO-VEIGA, MARIANA; MATIAS, MARIANA L.; FIORATTI, EDUARDO G.; PERACOLI, JOSE C.; BORGES, VERA T.; ARAUJO, JR., JOAN P.; PERACOLI, MARIA T. Increased expression of NLRP3 inflammasome in placentas from pregnant women with severe preeclampsia. JOURNAL OF REPRODUCTIVE IMMUNOLOGY, v. 123, p. 40-47, SEP 2017. Citações Web of Science: 13.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.