Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação prospectiva de fatores preditivos de resposta ao tratamento e prognósticos em pacientes com neoplasia avançada das vias biliares

Processo: 12/20047-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2013 - 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Rachel Simões Pimenta Riechelmann
Beneficiário:Rachel Simões Pimenta Riechelmann
Instituição-sede: Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Octavio Frias de Oliveira (ICESP). Coordenadoria de Serviços de Saúde (CSS). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Carlos Alberto Buchpiguel ; Maria Ignez Freitas M Braghiroli ; Renata de Almeida Coudry ; Vanessa da Costa Miranda
Assunto(s):Oncologia  Neoplasias dos ductos biliares  Quimioterapia  Biomarcadores 

Resumo

Este será um estudo clínico quase-experimental e exploratório, prospectivo, de pacientes com câncer das vias biliares irressecável e/ou metastático e candidatos a tratamento paliativo utilizado na nossa rotina com o esquema de cisplatina e gencitabina. O objetivo principal deste estudo é avaliar de forma exploratória o papel do PET como preditor do comportamento biológico tumoral em pacientes com neoplasia de vias biliares em estágios avançados. Metodologia: Pacientes atendidos nos ambulatórios de Oncologia Gastrointestinal do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP) serão rastreados para elegibilidade pelo seu oncologista. Serão elegíveis os pacientes que apresentarem todos os critérios abaixo: Diagnóstico de adenocarcioma de vias biliares intra ou extra-hepática (colangiocarcinoma intra e extra-hepático, adenocarcinoma de vesícula biliar) não passível de tratamento cirúrgico curativo. Disponibilidade do material histológico proveniente de cirurgia ou biopsia confirmando tratar-se de de colangiocarcinoma ou adenocarcinoma de vesícula biliar.Candidatos a tratamento quimioterápico paliativo com cisplatina e gemcitabina. Tratamento e Avaliações: Pacientes elegíveis serão tratados, com o esquema de quimioterapia contendo cisplatina e gencitabina, que faz parte da rotina do Instituto. Este consiste na combinação cisplatina 25 mg e gencitabina 1000 mg por via intravenosa no D1 e D8 a cada 21 dias. Este esquema quimioterápico é comumente utilizado neste cenário, com benefício clínico em torno de 70%, sendo a terapia padrão do nosso serviço. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BRAGHIROLI, MARIA I.; MOTA, JOSE M.; DUARTE, PAULO S.; MORITA, TIAGO O.; BARIANI, GIOVANNI M.; NEBULONI, DANIELA; BUCHPIGUEL, CARLOS A.; HOFF, PAULO M.; RIECHELMANN, RACHEL P. Evaluation of F-18-FDG PET-CT as a prognostic marker in advanced biliary tract cancer. NUCLEAR MEDICINE COMMUNICATIONS, v. 39, n. 3, p. 252-259, MAR 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.