Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação dos mecanismos efetores da vacina atenuada de Schistosoma mansoni utilizando Systems Vaccinology

Processo: 12/23124-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2013 - 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Luciana Cezar de Cerqueira Leite
Beneficiário:Luciana Cezar de Cerqueira Leite
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Helder Takashi Imoto Nakaya ; Luciana Cezar de Cerqueira Leite ; Paulo Lee Ho ; Robert Alan Wilson ; Sergio Verjovski Almeida
Bolsa(s) vinculada(s):15/09351-6 - Investigação dos mecanismos efetores da vacina atenuada de Schistosoma mansoni utilizando "Systems Vaccinology", BP.TT
Assunto(s):Imunologia  Vacinação  Vacinas atenuadas  Desenvolvimento de vacinas  Análise de sequência com séries de oligonucleotídeos  Schistosoma mansoni 

Resumo

A vacinação é um dos grandes triunfos da medicina moderna, porém ainda desconhecemos muitos dos mecanismos pelos quais as vacinas estimulam a imunidade protetora. Um dos grandes desafios da biologia e da medicina no século 21 é compreender a complexidade biológica que emerge das interações entre o nosso sistema imunológico e o meio ambiente (por exemplo, os patógenos). Para tanto, uma abordagem sistêmica, ao invés de uma abordagem reducionista deve ser empregada, de forma a obter dados preditivos, ao invés de dados descritivos. Este novo enfoque se tornou possível graças ao desenvolvimento de novas plataformas tecnológicas que permitem medir e visualizar o comportamento de largos conjuntos de genes, utilizando ferramentas computacionais e matemáticas para lidar com dados complexos. Neste contexto, surgiu a vacinologia sistêmica como uma área interdisciplinar que combina a medida de múltiplos parâmetros e sua análise em redes de interação e modelagem preditiva aplicada a vacinas. Esta abordagem já foi utilizada para as vacinas virais da febre amarela e gripe (atenuadas / inativadas) e foi capaz de predizer a futura imunogenicidade destas vacinas após a imunização, através da identificação de redes de genes ativados.A esquistossomose é uma importante doença causada por vermes trematódeos do gênero Schistosoma, que afeta mais de 200 milhões de indivíduos em 74 países. Essa doença parasitária é um sério problema de saúde pública, onde várias medidas de controle são propostas, dentre as quais se destaca o tratamento com a droga anti-helmíntica, o praziquantel e o desenvolvimento de uma vacina. Uma das principais dificuldades no desenvolvimento de uma vacina contra a esquistossomose relaciona-se ao pouco entendimento dos mecanismos moleculares protetores. Neste contexto, este projeto visa analisar o modelo de vacinação com cercária atenuada, através da comparação das redes de genes ativados/reprimidos no PBMC (células polimorfonucleares do sangue periférico) e sdLN (linfonodos drenantes da pele) de camundongos imunizados com uma dose (Th1), três doses (Th2) e em uma infecção natural (Th0). Para tanto, pretendemos utilizar a plataforma de microarrays, juntamente com análises multiplex de citocinas, e citometria de fluxo multiparamétrica. Essa proposta de trabalho auxiliará na busca de correlatos de proteção, ou mais apropriadamente, de assinaturas da imunidade inata e adaptativa necessária para ativação da resposta imune protetora. Desta forma, novos mecanismos de ação e previsão de imunogenicidade e eficácia vacinal poderão ser desvendados, permitindo assim o futuro desenho de novos sistemas de apresentação e adjuvantes para vacinas recombinantes de subunidades. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FARIAS, LEONARDO P.; CHALMERS, LAIN W.; PERALLY, SAMIRAH; ROFATTO, HENRIQUE K.; JACKSON, COLIN J.; BROWN, MARTHA; KHOURI, I, MARIANA; BARBOSA, MAYRA M. F.; HENSBERGEN, PAUL J.; HOKKE, CORNELIS H.; LEITE, LUCIANA C. C.; HOFFMANN, KARL F. Schistosoma mansoni venom allergen-like proteins: phylogenetic relationships, stage-specific transcription and tissue localization as predictors of immunological cross-reactivity. International Journal for Parasitology, v. 49, n. 8, p. 593-599, JUL 2019. Citações Web of Science: 0.
FERNANDES, RAFAELA S.; FERNANDES, LUIS G. V.; DE GODOY, ANDRE S.; MIYASATO, PATRICIA A.; NAKANO, ELIANA; FARIAS, LEONARDO P.; NASCIMENTO, ANA L. T. O.; LEITE, LUCIANA C. C. Schistosoma mansoni venom allergen-like protein 18 (SmVAL18) is a plasminogen-binding protein secreted during the early stages of mammalian-host infection. Molecular and Biochemical Parasitology, v. 221, p. 23-31, APR 2018. Citações Web of Science: 0.
FERNANDES, RAFAELA SACHETTO; BARBOSA, TEREZA CRISTINA; FERRARI BARBOSA, MAYRA MARA; MIYASATO, PATRICIA AOKI; NAKANO, ELIANA; CERQUEIRA LEITE, LUCIANA CEZAR; FARIAS, LEONARDO PAIVA. Stage and tissue expression patterns of Schistosoma mansoni venom allergen-like proteins SmVAL 4, 13, 16 and 24. PARASITES & VECTORS, v. 10, MAY 8 2017. Citações Web of Science: 3.
WILSON, R. ALAN; LI, XIAO HONG; MACDONALD, SANDY; NEVES, LEANDRO XAVIER; VITORIANO-SOUZA, JULIANA; LEITE, LUCIANA C. C.; FARIAS, LEONARDO P.; JAMES, SALLY; ASHTON, PETER D.; DEMARCO, RICARDO; BORGES, WILLIAM CASTRO. The Schistosome Esophagus Is a `Hotspot' for Microexon and Lysosomal Hydrolase Gene Expression: Implications for Blood Processing. PLoS Neglected Tropical Diseases, v. 9, n. 12 DEC 2015. Citações Web of Science: 17.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.