Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação multiparamétrica da regulação celular por citometria de fluxo

Resumo

Por muitos anos, a avaliação convencional dos processos celulares tem analisado um ou poucos parâmetros por experimentação mapeando passo a passo os mecanismos moleculares de regulação celular. Nos últimos anos, metodologias multiparamétricas como a citometria de fluxo têm surgido mostrando a existência de subpopulações celulares dentro do que antes era considerado como uma população homogênea, além de permitir mapear respostas biológicas após estímulos, que, na maioria das vezes, ocorrem por vias intracelulares diversas e paralelas. A resolução celular obtida na citometria de fluxo (pois esta metodologia avalia célula por célula de forma individual) aliada à medida simultânea de diversos parâmetros (até 20 parâmetros independentes dependendo do citômetro) tem tido um impacto significativo na área biológica não só na imunofenotipagem, mas também no estudo de cascatas de sinalização ou outras alterações biológicas. O desenvolvimento desta metodologia tem permitido aprofundar enormemente no entendimento das alterações que ocorrem em doenças associadas à desregulação da proliferação ou da morte celular. Esta metodologia também tem permitido identificar uma população com características de células-tronco dentro de cânceres, foco de novos alvos terapêuticos. Ademais, a resolução celular que possui a citometria permite avaliar a resposta de fármacos específicos em cada subpopulação, e em conjunto com o mapeamento de diversos parâmetros de forma individual possibilitará prever o tipo de tratamento para cada tipo de paciente. Além disso, a grande capacidade de análise da citometria, e a facilidade de protocolos em relação a outras metodologias, coloca a citometria de fluxo como uma técnica de "high-throughput screening" para o descobrimento do modo de ação de novas drogas. Finalmente, a capacidade de certos citômetros em realizar o isolamento celular pela identificação de diversas moléculas faz desta metodologia uma importante ferramenta para o desenvolvimento de diversos protocolos celulares. Esta solicitação tem por objetivo a substituição de nosso citômetro de fluxo (FACSCalibur - equipamento multiusuário) por um citômetro de fluxo com até 15 canais de fluorescência e com separador de células (sorting) para implementar protocolos de avaliação multiparamétrica nas nossas investigações. Esta solicitação de compra de um Equipamento Multiusuário é acompanhada de subprojetos de diversos pesquisadores que constituem o Instituto Nacional de Farmacologia e Biologia Molecular (INFAR) dos Departamentos de Biofísica, Bioquímica e Farmacologia da UNIFESP. O equipamento requerido nesta solicitação possui grande número de canais de fluorescência e separador de células é inédito no INFAR e nenhum equipamento multiusuário aprovado anteriormente possui estas características. Assim, esperamos que a aprovação deste equipamento venha favorecer a pesquisa desenvolvida por nossos pesquisadores e estudantes de Pós-Graduação. (AU)