Busca avançada
Ano de início
Entree

Restrição no consumo de sal durante a gestação: estudo dos mecanismos epigenéticos responsáveis pelo baixo peso ao nascimento e pela resistência à insulina na idade adulta

Processo: 13/00104-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2013 - 30 de abril de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Joel Claudio Heimann
Beneficiário:Joel Claudio Heimann
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Luzia Naoko Shinohara Furukawa
Bolsa(s) vinculada(s):13/15023-6 - Restrição no consumo de sal durante a gestação: estudo dos mecanismos epigenéticos responsáveis pelo baixo peso ao nascimento e pela resistência à insulina na idade adulta, BP.TT
Assunto(s):Desenvolvimento fetal  Período perinatal  Nutrição da mãe  Sal (condimento)  Resistência à insulina  Epigênese genética  Metilação de DNA 

Resumo

Barker e colaboradores verificaram uma associação entre ambiente desfavorável, particularmente nutrição materna inadequada, durante o período perinatal com predisposição a doenças cardiovasculares, metabólicas e endócrinas na idade adulta. Diversos estudos epidemiológicos têm verificado que o estado nutricional pré-natal e pós-natal precoce podem estar associados à intolerância à glicose, resistência à insulina, doenças cardiovasculares, obesidade entre outras doenças desenvolvidas na idade adulta. Estudos anteriores do nosso laboratório sugerem que a dieta hipossódica durante a gravidez e lactação influencia o desenvolvimento fetal e pode ser a responsável por alterações metabólicas na vida adulta. Um destes estudos verificou pela primeira vez uma associação entre a restrição de sódio materna durante o período perinatal e o baixo peso ao nascimento com desenvolvimento de resistência à insulina na vida adulta. As modificações epigenéticas têm sido propostas como mecanismos prováveis de alterações na programação fetal, mas estudos nesta área ainda são restritos. Entende-se por modificação epigenética o mecanismo de transmissão hereditária de fenótipos na ausência de alterações estruturais do DNA. A metilação do DNA é um destes mecanismos. A composição da dieta consumida por ratos adultos durante a gestação pode influenciar o grau de metilação do DNA no feto e levar a perturbações na organogênese. Assim, a proposta desse trabalho é avaliar se modificações epigenéticas podem ser os fatores responsáveis pelo baixo peso ao nascimento e a resistência à insulina das proles na vida adulta, causado pela restrição de sódio na dieta materna durante a gestação; determinar em qual período gestacional, a dieta hipossódica materna é responsável pelo baixo peso ao nascimento da prole; avaliar a expressão gênica dos genes das vias de sinalização da insulina, fator de crescimento semelhante à insulina 1 e leptina em tecidos alvos do metabolismo da glicose e avaliar o grau de metilação do DNA dos genes acima citados que apresentarem alteração na expressão gênica. Para tanto ratas Wistar com doze semanas de idade, alimentadas com dieta hipo ou normossódica serã fecundadas e a prole será avaliada desde o nascimento até a idade adulta. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SIQUEIRA, FLAVIA R.; FURUKAWA, LUZIA N. S.; OLIVEIRA, IVONE B.; HEIMANN, JOEL C. Glucose metabolism and hepatic Igf1 DNA methylation are altered in the offspring of dams fed a low-salt diet during pregnancy. Physiology & Behavior, v. 154, p. 68-75, FEB 1 2016. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.