Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil de expressão de biomarcadores no carcinoma de canal anal e correlação com falha ao tratamento com quimio-radioterapia

Resumo

O câncer do canal anal é uma neoplasia rara, mas que vem apresentando aumento em sua incidência, atualmente estimada em 1.4 a cada 100.000 homens e 1.7 a cada 100.000 mulheres. Existem evidências de que os principais fatores de risco para o câncer de canal anal são infecção persistente pelo HPV (papilomavírus humano), imunossupressão por infecção pelo HIV e tabagismo. Em outros tipos de tumores sólidos, a exemplo do câncer de cólon, são conhecidos biomarcadores que se correlacionam com agressividade da doença e benefício do tratamento quimioterápico. O conhecimento desses marcadores no câncer de canal anal poderá permitir um tratamento mais direcionado e mais custo-efetivo desta neoplasia. Objetivo: Identificar biomarcadores que se correlacionem com desfecho de eficácia (resposta ao tratamento) em pacientes com carcinoma de células escamosas do canal anal. Como objetivo secundário, avaliar correlação dos biomarcadores com sobrevida livre de progressão, sobrevida global e se há diferença entre pacientes HIV-positivo e HIV-negativo. Metodologia: Será pesquisada expressão protéica de Ki-67, CDKN1A, Timidilato Sintase e ERCC-1 por imunoistoquímica e mutação nos genes EGFR, KRAS, BRAF e TP53 em blocos teciduais (incluídos em parafina) de pacientes com câncer de canal anal tratados com quimio-radioterapia no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo. Pesquisa e genotipagem do HPV serão realizadas através da plataforma HPV INNO-LiPA Extra Genotyping Assay, incluindo 7 tipos de baixo risco (6, 11, 40, 43, 44, 54 e 70), 18 subtipos de alto risco (16, 18, 26, 31, 33, 35, 39, 45, 51, 52, 53, 56, 58, 59 66, 68, 73 e 82) e alguns tipos adicionais (69, 71 e 74). Estatística descritiva será usada para as características da população estudada e a freqüência das alterações nos biomarcadores. Variáveis tempo-para-o-evento serão estimadas pelo método de Kaplan Meier. Análises correlativas entre biomarcadores e o desfecho clínico de taxa de resposta serão avaliadas através de Teste Qui-Quadrado ou Teste Exato de Fisher quando indicado. Intervalo de confiança de 95% será calculado para a freqüência de alterações de biomarcadores. Análises correlativas entre biomarcadores e o desfechos clínicos de sobrevida livre de progressão e sobrevida global de acordo com infecção pelo HIV serão avaliados pelo teste de log rank (variáveis tempo-para-o-evento). Teste de Bonferroni será utilizado para múltiplas comparações. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VENCHIARUTTI MONIZ, CAMILA MOTTA; RIECHELMANN, RACHEL PIMENTA; RIBEIRO OLIVEIRA, SUILANE COELHO; BARIANI, GIOVANNI MENDONCA; RIVELLI, THOMAS GIOLLO; ORTEGA, CINTIA; LIMA PEREIRA, ALLAN ANDRESSON; MEIRELES, SIBELE INACIO; FRANCO, REJANE; CHEN, ANDRE; BONADIO, RENATA COLOMBO; NAHAS, CAIO; SABBAGA, JORGE; COUDRY, RENATA ALMEIDA; BRAGHIROLI, MARIA IGNEZ; HOFF, PAULO MARCELO. A Prospective Cohort Study of Biomarkers in Squamous Cell Carcinoma of the Anal Canal (SCCAC) and their Influence on Treatment Outcomes. JOURNAL OF CANCER, v. 12, n. 23, p. 7018-7025, 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.