Busca avançada
Ano de início
Entree

Zoledronic acid Inhibits human Osteoblasts activities

Processo: 13/07403-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de maio de 2013 - 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Carlos Alberto de Souza Costa
Beneficiário:Carlos Alberto de Souza Costa
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Citotoxicidade  Osteoblastos  Geriatria 

Resumo

Os bisfosfonatos são análogos do pirofosfato, potentes inibidores da reabsorção óssea, indicados para o tratamento de doenças ósseas líticas. A terapia com esses medicamentos, no entanto, tem sido associada com o desenvolvimento de áreas de osteonecrose nos maxilares. A incidência desta alterações, assim como a da utilização destes medicamentos, é maior em pacientes acima de 60 anos. Portanto, o entendimento da etiopatogenia da osteonecrose associada ao uso de bisfosfonatos é muito importante, visando diminuir o impacto da mesma sobre a qualidade de vida destes pacientes, frequentemente acometidos por outras doenças e co-morbidades. A etiopatogenia da osteonecrose vem sendo relacionada a efeitos diretos dos bisfosfonatos sobre as células do tecido ósseo dos maxilares. Objetivo: Avaliar o efeito do tratamento com Ácido Zoledrônico, um bisfosfonato nitrogenado de alta potência, por períodos prolongados, sobre osteoblastos em cultura. Materiais e Métodos: As células foram cultivadas em placas de 24 compartimentos em meio de cultura completo e, após 72 horas, o meio foi substituído por meio de cultura sem soro fetal bovino, por 24 horas. Após este período foram adicionados 1 ou 5uM de Ácido Zoledrônico, mantidos em contato com os osteoblastos por 7, 14 ou 21 dias, com trocas de meio realizadas a cada 3 dias, com nova adição do bisfosfonato. Após os períodos de 7, 14 e 21 dias, foram avaliados o viabilidade celular (MTT Assay), a produção de proteína total, atividade de fosfatase alcalina (ALP), produção de nódulos de mineralização (Alizarin Red), expressão gênica de colágeno tipo I, fosfatase alcalina e osteocalcina e morfologia celular (MEV). Os dados foram submetidos aos testes de Kruskal-Wallis complementados por testes de Mann-Whitney, com nível de significância de 5%. Os resultados demonstraram que o Ácido Zoledrônico promoveu efeitos citotóxicos sobre os osteoblastos, de maneira concentração e tempo-dependentes, com redução da viabilidade celular e da produção de proteína total, além da capacidade de produção de nódulos de mineralização e da atividade de ALP. Também foram observadas reduções da expressão dos genes selecionados e alterações morfológicas significativas das células em cultura. Estes resultados demonstraram que o Ácido Zoledrônico apresenta citotoxicidade significativa sobre osteoblastos em cultura, além de reduzir a capacidade de mineralização destas células. (AU)