Busca avançada
Ano de início
Entree

Clonagem, expressão e caracterização do hormônio folículo estimulante (FSH) e luteinizante (LH) de pirarucu (Arapaima gigas)

Processo: 12/10779-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2013 - 30 de abril de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Paolo Bartolini
Beneficiário:Paolo Bartolini
Instituição-sede: Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Carlos Roberto Jorge Soares ; Cibele Nunes Peroni ; João Ezequiel de Oliveira ; Kayo Okazaki ; Maria Teresa de Carvalho Pinto Ribela ; Miriam Fussae Suzuki
Assunto(s):Peixes  Pirarucu  Células CHO  Gonadotrofinas 

Resumo

O Arapaima gigas (pirarucu) é encontrado nas bacias hidrográficas do Amazonas, do São Francisco e do Nordeste, sendo uma espécie importante para o extrativismo regional e a criação comercial no Brasil e constando na lista de animais sobre explorados do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA) e ameaçados de acordo com a "Convention on International Trade of Endangered Species of Wild Fauna and Flora" (CITES, Appendix II). Além disto, como outros peixes criados em cativeiro, de um modo geral apresenta dificuldade na ovulação e na espermiação. Essas falências reprodutivas estão ligadas a fatores hormonais do eixo hipotálamo-hipófise e em particular aos hormônios gonadotróficos(GTH,) sendo estes o hormônio luteinizante (LH) e o hormônio folículo estimulante (FSH). Ressaltamos que atualmente, diversas espécies de peixes já possuem seus LH e FSH clonados e sequenciados, nenhuma, porém, destas espécies pertence à ordem dos osteoglossiformes ou até à superordem dos osteoglossomorpha, às quais pertence o gênero Arapaima. No intuito de investigar a fisiologia do A. gigas, podendo assim chegar a controlar e melhorar sua capacidade reprodutiva especialmente no cativeiro, nós propomos, no presente estudo, clonar e expressar os hormônios LH e FSH desta espécie. Considerando que neste laboratório já foi clonado e seqüenciado o gene da subunidade alfa, comum às duas gonadotrofinas, a partir de hipófises de A.gigas, serão agora isolados e seqüenciados, pela primeira vez, os cDNAs correspondentes às subunidades beta das duas gonadotrofinas (FSH e LH). As respectivas subunidades (alfa e beta) de cada hormônio serão então inseridas em vetores apropriados para expressão dos dois hormônios em células de ovários de hamster chinês (CHO). Deste modo, serão sintetizados, purificados e caracterizados o LH e FSH recombinantes do A. gigas(r-agFSH e r-agLH), permitindo assim maiores estudos relativos à reprodução deste peixe,que é considerado o maior entre as espécies de água doce existentes e que representa uma grande reserva alimentícia e econômica para a região. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SEVILHANO, THAIS; DE CARVALHO, ROBERTO FEITOSA; DE JESUS OLIVEIRA, NELIO ALESSANDRO; OLIVEIRA, JOAO EZEQUIEL; MALTAROLLO, VINICIUS GONCALVES; TROSSINI, GUSTAVO; GARCEZ, RIVIANE; BARTOLINI, PAOLO. Molecular cloning and characterization of pirarucu (Arapaima gigas) follicle-stimulating hormone and luteinizing hormone beta-subunit cDNAs. PLoS One, v. 12, n. 8 AUG 28 2017. Citações Web of Science: 3.
RIBELA, MARIA TERESA C. P.; DAMIANI, RENATA; SILVA, FELIPE D.; LIMA, ELIANA R.; OLIVEIRA, JOAO E.; PERONI, CIBELE N.; TORJESEN, PETER A.; SOARES, CARLOS R.; BARTOLINI, PAOLO. N-Glycoprofiling Analysis for Carbohydrate Composition and Site-Occupancy Determination in a Poly-Glycosylated Protein: Human Thyrotropin of Different Origins. INTERNATIONAL JOURNAL OF MOLECULAR SCIENCES, v. 18, n. 2 FEB 2017. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.