Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação clínica da efetividade de géis clareadores de baixa concetração no clareamento em consultório de dentes polpados, com e sem o emprego de fonte de luz híbrida e condicionamento ácido prévio do esmalte

Processo: 12/13331-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2013 - 31 de maio de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Rafael Francisco Lia Mondelli
Beneficiário:Rafael Francisco Lia Mondelli
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Pesq. associados:Juliana Fraga Soares Bombonatti ; Martha Beteghelli Michielin
Assunto(s):Dentística  Estética dentária  Clareamento de dente  Peróxido de hidrogênio  Sensibilidade da dentina 

Resumo

O objetivo deste estudo será avaliar in vivo a efetividade de diferentes protocolos clínicos de clareamento em consultório, utilizando géis clareadores a base de peróxido de hidrogênio de baixa concentração (10 e 15%), associados a fontes de luz híbrida(LED azul e violeta e laser terapêutico), com e sem condicionamento ácido do esmalte, comparativamente ao peróxido de hidrogênio a 35% sem ativação com fonte de luz. A efetividade do clareamento será avaliada em função do grau de mudança e estabilidade de cor, grau de satisfação dos pacientes, sensibilidade e variação do fluxo sanguíneo. Trinta voluntários serão selecionados de acordo com os critérios de inclusão e exclusão. Inicialmente, os voluntários receberão uma profilaxia supra gengival completa, avaliação da cor com o espectrofotômetro Vita EasyShade (Vita) e da sensibilidade inicial. Para o clareamento em consultório os pacientes serão divididos aleatoriamente em 3 grupos de 10, de acordo com o tipo de fonte de luz e gel clareador utilizado, e sempre no hemi-arco superior e inferior direito será realizado o condicionamento do esmalte com ácido fosfórico a 37% durante 15s, previamente a aplicação do gel clareador. Os dois arcos dentários receberão tratamento com o gel clareador a base de PH a 15% e 10% (DMC Equipamentos, São Carlos, Brasil) e peróxido de hidrogênio a 35% (DFL, Industria e Comércio S. A, Brasil). As fontes de luz híbridas à base de LED azul/Laser e LED violeta/Laser (DMC Equipamentos, São Carlos, Brasil) serão aplicadas durante 2 min. por 3 vezes para cada aplicação do gel de PH 10% e 15% (5 aplicações/sessão). O PH 35% será aplicado por 3x 15' sem ativação com fonte de luz. Os pacientes retornarão após 24 h., 1 semana, 1 mês, 6, e 12 meses para novas avaliações da cor. Neste período utilizarão creme dental (Colgate Sensitive Pró-alívio, Colgate) e escovas dentais (Colgate Twister Fresh Compacta ). O grau de satisfação e a sensibilidade dentária será avaliada por meio do questionário VAS. A vascularização dos dentes clareados será avaliada pelo sistema Laser Doppler (Moor Instruments Ltda, Millway, Axminster, Inglaterra) visando confirmar a manutenção da vitalidade pulpar após o clareamento. Os resultados serão tabulados e receberão tratamento estatístico adequado. (AU)