Busca avançada
Ano de início
Entree

Utilização de pós-residuais e fibras de sisal para fabricação de blocos estruturais de concreto

Processo: 12/21541-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2013 - 30 de abril de 2015
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Estruturas
Pesquisador responsável:Marcio Antonio Ramalho
Beneficiário:Marcio Antonio Ramalho
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Pesq. associados: Indara Soto Izquierdo
Assunto(s):Alvenaria estrutural  Resistência estrutural  Blocos  Concreto reforçado com fibras 

Resumo

A pesquisa tem como enfoque fundamental a aplicação de novos materiais alternativos para uma construção sustentável. Pós-residuais, provenientes do lixo orgânico e das usinas sucroalcooleiras, e fibras de sisal constituem bons exemplos de materiais não convencionais. Os resíduos, ao serem utilizados como matéria-prima, deixariam de ser causa primária de problemas ligados à saúde pública e ao meio ambiente. Já a utilização da fibra de sisal representaria um importante apoio a regiões carentes que dependem economicamente da produção e processamento dessa matéria prima. Dessa forma, o objetivo principal da pesquisa é avaliar a incorporação dos pós-residuais e fibras de sisal no concreto para a fabricação de blocos e elementos de alvenaria estrutural. Serão estudados três traços: 1:15, 1:10 e 1:6 (pobre, médio e rico), com a finalidade de produzir blocos estruturais das classes de resistência de 4,5, 8 e 12 MPa respectivamente. Dessa forma, para cada traço empregado serão realizadas substituições do cimento por pó de lixo orgânico com teores de 0%, 10%, 30%, 50% e 70%, e substituições da areia natural por cinza de bagaço de cana com teores de 0%, 30%, 50%, 70% e 100%. A pesquisa avaliará também a incorporação de fibra de sisal no concreto, de comprimento 20 mm e fração volumétrica 1%. Serão estudadas algumas propriedades no estado fresco e endurecido do concreto e será analisada a durabilidade das fibras no meio alcalino.Com o uso de fílers e adições minerais pretende-se obter unidades que apresente características mais apropriadas de resistência mecânica, menor consumo de cimento e areia, maior rigidez, ductilidade, capacidade de absorção de energia e comportamento pós-fissuração, em comparação com o bloco produzido com o concreto simples. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)