Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da resistência da união e da interface adesiva quanto à degradação da união de pinos de fibra de vidro e dentina radicular em função de diferentes materiais obturadores e agentes de limpeza

Processo: 12/17995-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2013 - 31 de maio de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Fernanda Miori Pascon
Beneficiário:Fernanda Miori Pascon
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Pesq. associados:Regina Maria Puppin Rontani
Assunto(s):Materiais dentários  Pinos dentários  Fibra de vidro  Resistência de união (odontologia)  Obturação do canal radicular  Infiltração dentária 

Resumo

O presente estudo objetiva avaliar in vitro a influência de diferentes materiais obturadores e agentes de limpeza sobre a dentina radicular de dentes decíduos bovinos quanto à degradação da interface de união com pinos de fibra de vidro. Serão selecionadas e preparadas endodonticamente 270 raízes de dentes decíduos bovinos de acordo com a técnica proposta na área de Odontopediatria da FOP/Unicamp. As raízes serão distribuídas em 3 grupos de acordo com os materiais obturadores (90 dentes): 1- Controle (sem material); 2- Pasta Calen® + óxido de zinco; 3- Pasta Vitapex®. Após o período de 7 dias, as raízes serão desobturadas e subdivididas de acordo com o os agentes de limpeza (30 dentes): A- Sem limpeza (controle); B- Etanol; C- Tergenform®. A cimentação do pino de fibra de vidro (White post - FGM) será realizada com cimento resinoso RelyX ARC® após o condicionamento ácido e aplicação do sistema adesivo Adper Single Bond 2®. Após 7 dias, as amostras serão distribuídas aleatoriamente e preparadas para os testes de adaptação marginal e push-out (n=30), análise da interface adesiva pelo teste de nanoinfiltração (n=30) e Microscopia Confocal de Varredura à Laser (n=10). Além disso, as amostras serão submetidas à degradação em 24 horas (T1), 6 meses (T2) e 12 meses (T3). Os resultados obtidos por meio dos testes de adaptação marginal, push-out, nanoinfiltração e Microscopia Confocal de Varredura à Laser serão submetidos a testes paramétricos e não paramétricos com 5% de significância. Ainda, os espécimes submetidos ao teste push-out para a determinação da resistência da união serão analisados por meio de Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) para a classificação dos padrões de fratura em: adesiva entre dentina e cimento resinoso; adesiva entre pino e cimento resinoso; coesiva na dentina; coesiva dentro do pino; coesiva no cimento; e mista com fratura entre dentina/cimento e pino/cimento. Para as análises da interface adesiva (MEV e Microscopia Confocal de Varredura à Laser) os resultados também serão apresentados de forma descritiva. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.