Busca avançada
Ano de início
Entree

Atividade antifúngica da fração enriquecida em fenólicos de Buchenavia tomentosa e de algumas substâncias isoladas antes e após encapsulação com Beta-ciclodextrina

Processo: 13/00037-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2013 - 31 de maio de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Cristiane Yumi Koga Ito
Beneficiário:Cristiane Yumi Koga Ito
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Pesq. associados:Fernanda Lourenção Brighenti ; Marcos José Salvador
Bolsa(s) vinculada(s):14/03592-9 - Atividade antifúngica da fração enriquecida em fenólicos de Buchenavia tomentosa e de algumas substâncias isoladas antes e após encapsulação com beta-ciclodextrina, BP.TT
13/11891-3 - Atividade antifúngica da fração enriquecida em fenólicos de Buchenavia tomentosa e de algumas substâncias isoladas antes e após encapsulação com Beta-ciclodextrina, BP.TT
Assunto(s):Antifúngicos  Candidose  Fitoterapia  Buchenavia tomentosa  Ciclodextrinas 

Resumo

A busca por novas alternativas terapêuticas para a candidose bucal é de elevada importância. Dentro deste contexto, o objetivo deste estudo será avaliar a efetividade antifúngica in vitro da fração enriquecida em fenólicos (FE) das folhas de Buchenavia tomentosa e das substâncias isoladas ácido gálico, corilagina, kaempferol e vitexina detectadas no extrato aquoso bruto bioativo de B. tomentosa e que buscar-se-á estarem presentes na FE. Para a substância isolada mais ativa e para a FE a encapsulação em beta-ciclodextrina será realizada e sua atividade biológica avaliada in vitro e in vivo. Perseguindo este objetivo, será elaborado extrato aquoso das folhas de B. tomentosa e separadas frações contendo constituintes com diferentes polaridades. Será obtida a fração enriquecida, a qual será submetida à caracterização química por ESI-MS. Esta será avaliada quanto à sua atividade antifúngica por meio de ensaios de concentração inibitória de formação e erradicação de biofilme de C. albicans. A seguir, a ação destas substâncias sobre fatores de virulência de C. albicans serão avaliados (formação de biofilme, produção de proteinase e fosfolipase, morfogênese (transição levedura-hifa), aderência de C. albicans às células epiteliais bucais e expressão dos genes SAPs, HWP1 e ALS). Avaliação química, microbiológica, de citotoxicidade e atividade antifúngica in vivo dos encapsulados serão realizadas. Os dados obtidos serão avaliados por meio de estatística descritiva e análise de distribuição normal. Com base nestas análises preliminares, serão selecionados os testes estatísticos de comparação. O nível de significância será de 5%. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TEODORO, GUILHERME R.; GONTIJO, ALINE V. L.; SALVADOR, MARCOS J.; TANAKA, MARCIA H.; BRIGHENTI, FERNANDA L.; DELBEM, ALBERTO C. B.; DELBEM, ADINA C. B.; KOGA-ITO, CRISTIANE Y. Effects of Acetone Fraction From Buchenavia tomentosa Aqueous Extract and Gallic Acid on Candida albicans Biofilms and Virulence Factors. FRONTIERS IN MICROBIOLOGY, v. 9, APR 5 2018. Citações Web of Science: 4.
TEODORO, GUILHERME RODRIGUES; LACERDA GONTIJO, ALINE VIDAL; BORGES, ALINE CHIODI; TANAKA, MARCIA HIROMI; GOUVEA LIMA, GABRIELA DE MORAIS; SALVADOR, MARCOS JOSE; KOGA-ITO, CRISTIANE YUMI. Gallicacid/hydroxypropyl-beta-cyclodextrin complex: Improving solubility for application on in vitro/in vivo Candida albicans biofilms. PLoS One, v. 12, n. 7 JUL 11 2017. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.