Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das transformações históricas e da dinâmica atual da bacia hidrográfica do Ribeirão Santo Antônio na perspectiva do modelo GTP (geossistema - território - paisagem)

Resumo

A bacia hidrográfica do ribeirão Santo Antonio está localizada no município de Mirante do Paranapanema, reconhecida, historicamente, como a capital do Pontal. Essa porção - extremo sudoeste - do território paulista teve uma ocupação inicial motivada pelo avanço do café e da ferrovia, no início do século XX e, posteriormente - a partir dos anos 1940 -, atendendo às demandas do mercado, viveu a riqueza efêmera motivada pela cultura do algodão. O Pontal do Paranapanema - Sudoeste do Estado de São Paulo, sofreu uma série de mudanças socioambientais desde a chegada da frente pioneira, nos anos 40 do século passado. Um dos objetivos desse projeto é realizar uma investigação de caráter "pedagógico" para demonstrar a validade e pertinência de se trabalhar com o modelo GTP (Geossistema - Território - Paisagem), notadamente quando se objetiva: (a) reconstruir a Geografia Física e (b) diagnosticar-prognosticar as dinâmicas ambientais - em consonância com os avanços teóricos-metodolodógicos da noção de "meio ambiente", ou seja, passando das análises setorizadas para a análise da paisagem polissêmica. O paradigma GTP (Geossistema/source - Território/ressource - Paisagem/ressourcement), é uma construção de tipo sistêmico destinada a demonstrar a complexidade do meio ambiente geográfico respeitando, tanto quanto possível, a sua diversidade e sua interatividade. A geografia utilizou e utiliza a paisagem como ferramenta de observação e de hierarquização dos fenômenos espaciais, mesmo não havendo consenso metodológico ou qualquer imposição sobre os níveis pertinentes de análise. A paisagem constitui uma dimensão imprescindível do território. A Paisagem Território se define como um fato geográfico territorializado /materializado. (AU)