Busca avançada
Ano de início
Entree

Alterações no microambiente tímico durante a infecção experimental pelo Paracoccidioides brasiliensis

Processo: 13/08194-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2013 - 31 de maio de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Liana Maria Cardoso Verinaud
Beneficiário:Liana Maria Cardoso Verinaud
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Timo  Paracoccidioidomicose  Paracoccidioides brasiliensis  Linfócitos T 

Resumo

O timo é o órgão linfoide responsável pela geração dos linfócitos T e, portanto, a preservação de seu microambiente é essencial para o desenvolvimento e manutenção de respostas imunes robustas. Entretanto, a despeito de sua importância, uma série de fatores, tais como, estresse, má nutrição, fármacos utilizados em tratamento contra canceres e muitas doenças infecciosas, são capazes de promover alterações no microambiente tímico que levam à diminuição da capacidade do individuo de reconstituir seu repertório periférico de células T e de responder a novos antígenos. Estudos de nosso laboratório têm demonstrado que a infecção experimental por Paracoccidioides brasiliensis, o agente causal da micose sistêmica de maior prevalência na América do Sul e Central - a paracoccidiodomicose (PCM), induz um quadro de atrofia tímica aguda, com invasão do timo pelo fungo. As principais alterações observadas incluem: diminuição do peso do órgão, degeneração da camada cortical com aumento na taxa de apoptose e morte celular autofágica, perda da delimitação cortico-medular e presença de extenso infiltrado inflamatório na camada sub-capsular. Esta profunda atrofia tímica pode estar relacionada com alterações funcionais nos componentes celulares, solúveis e estruturais do timo, com a morte elevada de linfócitos T imaturos (ou timócitos, enquanto no timo) e, também, com a migração precoce de células imaturas para a periferia do sistema imune. Além disso, recentemente, a participação dos inflamassomas NLRP3, complexos macromoleculares envolvidos na ativação de caspases inflamatórias, tem sido sugerido como essencial tanto na atrofia tímica como na eliminação de diversos patógenos. Assim, neste projeto pretende-se analisar alterações morfofisiológicas desencadeadas no timo, bem como a participação da resposta inflamatória intratímica, durante a infecção experimental com Paracoccidioides brasiliensis. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA COSTA, THIAGO ALVES; DI GANGI, ROSARIA; THOME, RODOLFO; FELISBINO, MARINA BARRETO; BONFANTI, AMANDA PIRES; WATANABE ISHIKAWA, LARISSA LUMI; SARTORI, ALEXANDRINA; BURGER, EVA; VERINAUD, LIANA. Severe Changes in Thymic Microenvironment in a Chronic Experimental Model of Paracoccidioidomycosis. PLoS One, v. 11, n. 10 OCT 13 2016. Citações Web of Science: 1.
DI GANGI, ROSARIA; DA COSTA, THIAGO ALVES; THOME, RODOLFO; PERON, GABRIELA; BURGER, EVA; VERINAUD, LIANA. Paracoccidioides brasiliensis infection promotes thymic disarrangement and premature egress of mature lymphocytes expressing prohibitive TCRs. BMC INFECTIOUS DISEASES, v. 16, MAY 17 2016. Citações Web of Science: 2.
DA COSTA, THIAGO ALVES; DI GANGI, ROSARIA; MARTINS, PAULA; FIGUEIREDO LONGHINI, ANA LEDA; ZANUCOLI, FABIO; RODRIGUES DE OLIVEIRA, ALEXANDRE LEITE; STACH-MACHADO, DAGMAR RUTH; BURGER, EVA; VERINAUD, LIANA; THOME, RODOLFO. Protection against Paracoccidioides brasiliensis infection in mice treated with modulated dendritic cells relies on inhibition of interleukin-10 production by CD8(+) T cells. Immunology, v. 146, n. 3, p. 486-495, NOV 2015. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.