Busca avançada
Ano de início
Entree

Nova abordagem tecnológica do desempenho reprodutivo e controle sanitário de aves de produção

Processo: 11/51442-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de agosto de 2013 - 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Erica Engelberg Teixeira da Silva Hucke
Beneficiário:Erica Engelberg Teixeira da Silva Hucke
Empresa:Instrumentos Veterinários Palhetas do Brasil Ltda
Município: São Paulo
Assunto(s):Fertilidade  Inseminação artificial  Tubas uterinas  Galinhas de corte 

Resumo

A redução progressiva da fertilidade em aves de produção tem sido conseqüente a seleção genética que privilegia crescimento, conversão alimentar e massa muscular em detrimento de parâmetros reprodutivos. Alguns microrganismos que colonizam a porção inferior do oviduto já foram relacionados à diminuição da fertilidade e estão envolvidos no controle sanitário das aves e infecções alimentares no ser humano. O presente projeto de pesquisa tem o objetivo de promover a melhora da fertilidade dos ovos e sobrevivência dos embriões por meio do controle de infecções por patógenos (ex: Salmonella, Campylobacter, Mycoplasma) que colonizam o oviduto e que refletem negativamente sobre a reprodução. Até o presente momento tentativas de controlar esse tipo de contaminação têm como foco o uso de antibióticos na ração e água, ou em diluentes de sêmen, porém esses métodos têm sido insuficientes nesse sentido. A aplicação local de um novo produto em forma de ducha vaginal pré-inseminação pode potencialmente promover a fertilidade e minimizar os riscos de contaminação vertical de ovos e embriões, colaborando com a prevenção de infecções alimentares no ser humano causadas por Salmonella e Campylobacter, sem deixar resíduos de antibióticos em ovos ou carne. Assim, esse projeto propõe o desenvolvimento da formulação para a ducha vaginal pré-inseminação em matrizes de frangos e perus. O impacto do desse tipo de aplicação sobre o desempenho reprodutivo poderá produzir um efeito direto sobre a produtividade, qualidade dos alimentos e sobre a saúde pública. Para avaliarmos o potencial comercial desse novo produto, devem e considerar as dimensões do plantel de aves comerciais que hoje somam 5,5 bilhões de cabeças só no Brasil. O país pode se tornar exportador de tal tecnologia e do novo produto a ser comercializado, uma vez que não existem concorrentes para os mesmos. (AU)