Busca avançada
Ano de início
Entree

VII congresso latino-americano de estudos do trabalho. mudanças, impactos e perspectivas

Processo: 13/04723-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Organização de Reunião Científica
Vigência: 02 de julho de 2013 - 05 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Marcia de Paula Leite
Beneficiário:Marcia de Paula Leite
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Desenvolvimento regional  Gênero  História do trabalho  Economia do trabalho 

Resumo

Os desafios para uma agenda de pesquisa latino-americana sobre o trabalho são extensos e a eles estarão voltadas as atividades do VII Congresso Latino-Americano de Estudos do Trabalho. Sem a pretensão de esgotar tal agenda, mas com o intuito de animar convergências e interfaces entre nossas reflexões, algumas questões nos parecem particularmente salientes e provocativas, com vistas a incitar um debate intelectual profícuo, a saber: Como compreender a nova configuração global e, nela, o trabalho? Que possibilidades e obstáculos as mudanças recentes e a crise atual colocam para o trabalho na América Latina? Quais são as implicações para o trabalho dos modelos de desenvolvimentos em curso na Região e das iniciativas de integração regional? O trabalho continua central na vida humana e na configuração das nossas sociedades e ainda explica a mudança? Em que medida as mudanças no trabalho têm reconfigurado as relações de gênero?O VII Congresso, por seu tema e pela qualidade dos pesquisadores que trará ao Brasil será um grande evento intelectualrepercutindo numa ampla audiência composta por: a) especialistas acadêmicos, estudantes (de graduação e pós-graduação), professores e pesquisadores, no campodos estudos do trabalho, que compreendem disciplinas tão diversas quanto: Sociologia, Antropologia, Historia Social, Economia, Psicologia, Direito, SaudeOcupacional; b) gestores, técnicos e pesquisadores em organismos governamentais e organizações não-governamentais voltadas, direta ou indiretamente a esse tema; c) dirigentes sindicais e empresariais voltados ao tema da gestão e negociação das relações de trabalho; d) legisladores e representantes políticos e dirigentes de órgãos da sociedade civil voltados à preservação das condições e direitos do trabalho. O Congresso almeja consolidar a cooperação científica entre as diferentes instituições de pesquisa e universidades latino-americanas. A Comissão Organizadora trabalha com a meta de 700 participantes. (AU)