Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelagem e otimização do controle de vetores de dengue

Processo: 13/04989-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2013 - 31 de maio de 2015
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Bioengenharia
Pesquisador responsável:Marat Rafikov
Beneficiário:Marat Rafikov
Instituição-sede: Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas (CECS). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Pesq. associados:Alfredo Del Sole Lordelo ; Magno Enrique Mendoza Meza
Assunto(s):Dengue  Vírus da dengue  Insetos vetores  Controle de vetores  Mosquitos geneticamente modificados  Modelos matemáticos  Controle linear  Modelos não lineares 

Resumo

A dengue é considerada uma das mais importantes doenças virais, veiculada por mosquitos, que afeta seres humanos. O causador da dengue é um vírus, mas seus transmissores são mosquitos do gênero Aedes, popularmente conhecidos como mosquito da dengue. Nos últimos anos, entre as formas alternativas de controle de insetos vetores de doenças destacam se os métodos que usam mosquitos transgênicos, mosquitos estéreis e uma nova estratégia do controle de dengue como a contaminação da população de insetos através de infecções endo-simbioticas bacteriais Wolbachia. Neste projeto com base nos modelos matemáticos e métodos do controle moderno pretende-se estudar a dinâmica de interações entre populações de mosquitos suscetíveis, mosquitos infectados e mosquitos que limitam a transmissão de doenças (mosquitos transgênicos, esterilizados e contaminados por Wolbachia); e determinar as estratégias ótimas do controle de doenças transmitidas por vetores usando diferentes formas tais como introdução de mosquitos transgênicos, esterilizados e contaminados por Wolbachia. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.