Busca avançada
Ano de início
Entree

Padrões dinâmicos de recrutamento muscular por EMG de alta densidade de diabéticos em diferentes níveis de severidade de neuropatia classificados por um modelo linguístico fuzzy

Processo: 13/05580-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2013 - 31 de maio de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Isabel de Camargo Neves Sacco
Beneficiário:Isabel de Camargo Neves Sacco
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Cristina Dallemole Sartor
Assunto(s):Biomecânica  Neuropatias diabéticas  Transtornos neurológicos da marcha  Eletromiografia  Análise de ondaletas  Lógica fuzzy 

Resumo

Inúmeras evidências na literatura apontam para modificações que descaracterizam o padrão clássico e esteriotipado da uma marcha normal em indivíduos portadores da polineuropatia diabética, muito embora o conhecimento das causas biomecânicas deste padrão alterado de movimento ainda seja insuficiente. Além disso, estudos prévios que investigaram a biomecânica da marcha de diabéticos não têm distinguido os graus de progressão da diabetes nos grupos estudados; portanto, não é possível identificar as diferenças nos padrões de geração da marcha entre estágios precoces e avançados do desenvolvimento da doença. A presente proposta de estudo parte da premissa que a neuropatia na história clínica do diabético é um sinal da piora da doença e que, a progressão da neuropatia acaba por levar a modificações nas estratégias de controle da marcha que evoluem durante o decorrer da doença e que podem estar relacionadas aos inúmeros fatores intrínsecos biomecânicos que alteram a eficiência locomotora. Para tanto, serão interpretados os padrões eletromiográficos de diabéticos neuropatas por meio de análises no domínio do tempo, magnitude, frequência (Análise de Wavelets) e complexidade (entropia), identificando velocidade de condução, frequência de recrutamento predominante e energia, momentos distintos do apoio da marcha e em contrações isométricas de baixas intensidades. Essas análises serão feitas comparando-se os padrões encontrados através dos diferentes graus de neuropatia. Nossas teses são que (i) a lógica fuzzy irá permitir uma melhor distinção entre os diferentes estágios da doença em termos de alterações eletromiográficas, com isso possibilitará identificar alterações da dinâmica e complexidade do recrutamento muscular mesmo antes de diagnosticada a neuropatia diabética, e (ii) em estágios mais graves da neuropatia haverá uma acentuação dessas alterações. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SUDA, ENEIDA Y.; SACCO, ISABEL C. N.; HIRATA, ROGERIO P.; SAMANI, AFSHIN; KAWAMURA, THIAGO T.; MADELEINE, PASCAL. LATER STAGES OF DIABETIC NEUROPATHY AFFECT THE COMPLEXITY OF THE NEUROMUSCULAR SYSTEM AT THE KNEE DURING LOW-LEVEL ISOMETRIC CONTRACTIONS. MUSCLE & NERVE, v. 57, n. 1, p. 112-121, JAN 2018. Citações Web of Science: 1.
SUDA, E. Y.; MADELEINE, P.; HIRATA, R. P.; SAMANI, A.; KAWAMURA, T. T.; SACCO, I. C. N. Reduced complexity of force and muscle activity during low level isometric contractions of the ankle in diabetic individuals. CLINICAL BIOMECHANICS, v. 42, p. 38-46, FEB 2017. Citações Web of Science: 7.
SACCO, ISABEL C. N.; SARTOR, CRISTINA D. From treatment to preventive actions: improving function in patients with diabetic polyneuropathy. DIABETES-METABOLISM RESEARCH AND REVIEWS, v. 32, n. 1, p. 206-212, JAN 2016. Citações Web of Science: 7.
WATARI, RICKY; SARTOR, CRISTINA D.; PICON, ANDREJA P.; BUTUGAN, MARCO K.; AMORIM, CESAR F.; ORTEGA, NELI R. S.; SACCO, ISABEL C. N. Effect of diabetic neuropathy severity classified by a fuzzy model in muscle dynamics during gait. JOURNAL OF NEUROENGINEERING AND REHABILITATION, v. 11, FEB 8 2014. Citações Web of Science: 16.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.