Busca avançada
Ano de início
Entree

Correlação entre uveítes e achados de patologia clínica e sorológicos (reação de imunofluorescência indireta e "Dot Blot Elisa") para a Ehrlichia canis, em animais da espécie canina

Resumo

A inflamação da íris, corpo ciliar e coróide é condição visualmente destrutiva que, com freqüência, acomete os animais domésticos, bem como o homem. Dentre as doenças sistêmicas que poderiam suscitá-la, encontra-se a erliquiose canina, que recentemente passou a figurar como doença importante em várias regiões do mundo, face a ampla distribuição de seu principal vetor biológico, o Rhipicephalus sanguineous. A elevada incidência de cães com uveíte clínica e hematologia sugestiva para Ehrlichia canis, atendidos junto ao Serviço de Oftalmologia do Hospital Veterinário Governador Laudo Natel, da Faculdade de Ciências Agrárias de Veterinárias - UNESP - Campus de Jaboticabal, motivaram esta proposta, que visa a traçar o perfil oftálmico, clínico, hematológico e sorológico de animais clinicamente acometidos por uveíte. Serão utilizadas semiotécnica oftálmica de rotina, hematologia e sorologia para Ehrlichia canis, pelos métodos Reação de Imunofluorescência Indireta e Dot Blot Elisa (AU)