Busca avançada
Ano de início
Entree

Utilização de anticorpos monoclonais anti-Taenia crassiceps de reatividade cruzada com Taenia solium no estudo da neurocisticercose humana

Processo: 00/00141-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2000 - 31 de agosto de 2002
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Adelaide José Vaz
Beneficiário:Adelaide José Vaz
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças parasitárias  Infecções por cestoides  Cisticercose  Teníase  Taenia crassiceps  Taenia solium  Antígenos 

Resumo

A cisticercose humana, considerada a mais freqüente e grave das infecções parasitárias do sistema nervoso central (SNC), Neurocisticercose humana (NC), está relacionada ao complexo teníase-cisticercose e constitui um sério problema de Saúde Pública. Os métodos para a pesquisa de anticorpos em líquido cefalorraquidiano mostram bom desempenho. Permanece com área de interesse a pesquisa de antígenos liberados de larvas de T. solium (Tso) durante a fase ativa, uma vez que os antígenos podem ser detectados antes do aparecimento dos anticorpos, favorecendo o diagnóstico precoce. A pesquisa de antígenos pode ser feita com anticorpos policlonais, mas a utilização de anticorpos monoclonais (MoAbs) permite determinar a especificidade dos antígenos, fornecendo informações que auxiliem na melhor compreensão da imunopatologia da doença e da imunobiologia do parasita no hospedeiro humano. Os MoAbs também podem ser utilizados na purificação de frações antigênicas específicas, a partir de extratos brutos de cisticercos de diferentes Taenias (AU)