Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da destanização do fruto cambuci (Campomanesia phaea) sobre o potencial funcional associado aos compostos fenólicos

Processo: 12/23891-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2013 - 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Maria Ines Genovese Rodriguez
Beneficiário:Maria Ines Genovese Rodriguez
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Alimentos de origem vegetal  Campomanesia phaea  Antioxidantes  Compostos fenólicos  Flavonoides  Ácido elágico 

Resumo

O cambuci (Campomanesia phaea) é um fruto proveniente da Mata Atlântica, caracterizado pelo excelente sabor e aroma, fonte de compostos bioativos fenólicos tais como derivados do ácido elágico e flavonóides, que lhe proporcionam alta capacidade antioxidante in vitro. No entanto a elevada adstringência, provavelmente devido à alta concentração de taninos, limita o seu consumo e potencial agroindustrial. O objetivo deste projeto é o estudo do efeito da destanização dos frutos, por exposição ao etanol e em câmaras de etileno e ambiente anóxico, sobre a qualidade e o potencial funcional do cambuci, avaliando-se textura, pH, acidez titulável (AT), sólidos solúveis (SS), razão SS/AT, teores de fenólicos totais, taninos totais, proantocianidinas, perfil e teores de flavonóides, ácido elágico livre e total, e capacidade antioxidante in vitro. (AU)