Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e seleção de aptâmeros para utilização na predeterminação de sexo em sêmen bovino

Processo: 08/55296-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de setembro de 2009 - 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Sergio Moraes Aoki
Beneficiário:Sergio Moraes Aoki
Empresa:Dnapta Biotecnologia Ltda (DNAPTA)
Município: São José do Rio Preto
Assunto(s):Sexagem animal  Sêmen animal  Inseminação artificial animal  Bovinos 

Resumo

A sexagem de sêmen é o estágio mais recente na pré-determinação de sexo em bovinos. Esta técnica sucede sexagem embrionária e sexagern ultrassonográfica e tem por vantagem a determinação do sexo em etapas anteriores à fecundação. Entre os benefícios na utilização deste tipo de sêmen estão a melhor capacidade de programação das populações para pecuária de corte ou leiteira, facilidade no direcionamento de reposição de matrizes, ganho genético e redução de tempo na seleção de plantéis, melhor direcionamento nos testes de progênies e índices de precisão na pré-determinação do sexo acima de 85%. Atualmente, a técnica empregada é a de citometria de fluxo, que busca divergências de 3,8% no peso do DNA total entre cromossomos X e Y. Atualmente, o USDA (United States Department of Agriculture) é proprietária da patente principal desta técnica, através da empresa XY Inc. Assim, faz-se necessário o desenvolvimento de novas metodologias que possam além de assegurar trabalhos sob nova patente, aprimorar, baratear e melhorar os índices de fertilidade nas técnicas de Inseminação Artificial (IA), Fertilização in vitro (FIV) e Transferência de Embriões (TE) pelo emprego do sêmen sexado nas condições de pecuária brasileira. Neste sentido, o desenvolvimento e seleção de aptâmeros surgem como uma ferramenta de grande potencial de aplicação para tal finalidade. Aptârneros são pequenas moléculas de ácido nucléico (DNA/RNA) fita simples que adotam um vasto número de estruturas tridimensionais complexas virtualmente capazes de se ligar forte e especificamente a qualquer molécula alvo, como íons, grandes proteínas e células específicas. Os aptâmeros podem ser considerados, apesar de bem menores, análogos aos anticorpos monoclonais, porém não possuem atividade imunogênica, são obtidos utilizando-se métodos convencionais de síntese de ácidos nucléicos e apresentam alta estabilidade. A realização de modificações nestas moléculas tais como a inserção de fármacos, sinalizadores, partículas magnéticas e fluorocromos, confere-lhes grande potencial na geração, substituição ou aperfeiçoamento de produtos biotecnológicos e ainda sua utilização em processos tecnológicos de purificação, como por exemplo, na separação de espermatozoides bovinos X ou Y. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.