Busca avançada
Ano de início
Entree

Geografia e epistemologia: um estudo sobre a consolidação dos núcleos de pesquisa em geomorfologia nos Departamentos de Geografia do Brasil

Processo: 13/09895-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2013 - 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Antonio Carlos VITTE
Beneficiário:Antonio Carlos VITTE
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Geomorfologia  Grupos de pesquisa  Universidades 

Resumo

Esta pesquisa é um aprofundamento de uma pesquisa anteriormente financiada pela Fapesp e que tratou das matrizes do pensamento geomorfológico no Brasil. Agora iremos aprofundar a temática, analisando a consolidação dos núcleos/grupos de pesquisa em geomorfologia nos departamentos de geografia, situados nas principais universidades brasileiras. A estrutura teórica utilizada será a de capital cultural desenvolvida por Pierre Bourdieu e que foi utilizada por Thimmoty Lenoir para os estudos sobre a consolidação dos núcleos de pesquisa na Alemanha no início do século XX. Tal perspectiva teórica, além de romper com questão do internalismo e do externalismo na sociologia da ciência, coloca na pauta da discussão a questão do conflito político e das estratégias dos núcleos/grupos de pesquisa uns em relação aos outros, para consolidar a sua visão de geomorfologia. Por outro lado, abre também a possibilidade de análise da luta política dos grupos/núcleos de pesquisa em geomorfologia em relação as opções acadêmicas e políticas dos departamentos de geografia. (AU)