Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e comercialização de compositos à base de gesso

Processo: 05/04478-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de agosto de 2006 - 30 de abril de 2007
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química
Pesquisador responsável:Flávio Aparecido Rodrigues
Beneficiário:Flávio Aparecido Rodrigues
Empresa:Formatto Arquitetura e Construção Ltda (FORMATTO)
Município: Mogi das Cruzes
Bolsa(s) vinculada(s):06/06526-0 - Desenvolvimento e comercializacao de compositos a base de gesso., BP.TT
Assunto(s):Materiais compósitos 

Resumo

O gesso é um material que tem sido amplamente utilizada pelo ser humano, há muitos séculos. Por exemplo, diversos utensílios e construções medievais, que utilizavam gesso como matéria-prima, ainda podem ser encontrados em diversos países europeus. Atualmente ainda observa-se uma grande demanda por gesso na área da construção civil. Estima-se que a utilização de gesso no Brasil venha a crescer muito nos próximos anos. O consumo brasileiro é da ordem de 13 kg por pessoa por ano, enquanto nos Estados Unidos, o consumo é de aproximadamente 90 kg por pessoa por ano. As principais aplicações são como acabamento interno de paredes, placas e blocos pré-fabricados, forros e divisórias O Brasil possui a maior reserva mundial de gipsita, um minério cujo aquecimento leva à formação do gesso comercial. Na maioria dos casos a produção de gesso, em especial para o preparo de placas e blocos, é quase artesanal. Esses materiais não agregam valor tecnológico e de mercado. A adição de água ao gesso leva à formação de uma pasta com propriedades reológicas que permitem sua moldagem. Essas características são responsáveis por sua ampla utilização na indústria da construção civil. É além disso um material de baixo custo. As principais limitações para aplicações estruturais do gesso estão ligadas à sua relativamente baixa resistência mecânica (compressão e flexão). Além do mais, suas características mecânicas são influenciadas pela umidade. A alta absorção de água reduz a qualidade do material, impedindo sua ampla utilização em áreas externas. Neste projeto pretende-se utilizar aditivos para a melhoria das propriedades mecânicas de materiais compósitos a base de gesso. O objetivo é o desenvolvimento de materiais que apresentem reduzida porosidade e permeabilidade. Como conseqüência espera-se ainda uma melhoria de suas propriedades mecânicas. Essencialmente pretende-se trabalhar com agentes superplastificantes para gesso, retardadores de pega, adições minerais e polímeros hidrossolúveis. Será realizada a otimização das proporções dos componentes através de métodos estatísticos (quimiométricos). A produção de novas placas e blocos levará em consideração suas características mecânicas, custo e aplicações comerciais (AU)