Busca avançada
Ano de início
Entree

Catalisadores de Ir-Ru/Al2O3 e Ru/Al2O3 aplicados a sistemas propulsivos e de emersão

Resumo

Sistemas micropropulsivos de satélites utilizam a decomposição catalítica da hidrazina com o emprego de catalisadores de Ir/Al2O3 contendo entre 30 e 36% de metal. Catalisadores de Ru/Al2O3 e Ir-Ru/Al2O3, além de serem aplicados a sistemas micropropulsivos, também com altos teores metálicos, são utilizados em sistemas geradores de gases para várias aplicações, como por exemplo, em sistemas de emersão em emergência de submarinos em alguns poucos paises (USA, Rússia, Alemanha, Índia e França) e em foguetes a propelentes líquidos. O objetivo da presente proposta é investigar a aplicação de catalisadores Ir-Ru/Al2O3 e Ru/Al2O3 em sistema propulsivo de satélite ou em boosters. Tal proposta se ampara no fato de que, recentemente, foi qualificado um catalisador 33% Ir/Al2O3, desenvolvido pelo LCP/CES/INPE, em propulsor de 5N desenvolvido pela empresa Fibraforte de São José dos Campos. Este catalisador suportou um tempo de operação correspondente ao dobro do previsto para sua utilização no espaço, indicando um grande avanço na metodologia de preparação de um novo suporte alumina, material este que se mostrou extremamente resistente às drásticas variações de temperatura e pressão. Em função da excelente performance dessa alumina é justificável investigar seu emprego em materiais Ru/Al2O3 e Ir-Ru/Al2O3, a fim de avaliar o desempenho destes novos catalisadores. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
JOFRE, J. B. F.; SOARES NETO, T. G.; DIAS, F. F.; CRUZ, G. M. Evaluation of Ir/Al2O3, Ir-Ru/Al2O3 and Ru/Al2O3 catalyst performance in a 5 N satellite thruster. ACTA ASTRONAUTICA, v. 85, p. 41-50, 2013. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.