Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto da resposta inflamatória sistêmica induzida pela lesão renal aguda no tecido cardíaco

Resumo

O remodelamento do tecido cardíaco ocorre primariamente como uma resposta adaptativa do coração a um aumento na demanda, o que em muitos casos culmina com o processo conhecido como hipertrofia cardíaca. O coração é um órgão alvo de ação de vários sistemas, como por exemplo, os sistemas hormonais, neurais e fatores hemodinâmicos que diretamente e indiretamente modulam o trofismo deste órgão. Além dessas ações amplamente descritas na literatura, sabe-se que o tecido cardíaco é alvo também de ações promovidas pelo sistema imunológico e que, algumas doenças cardiovasculares (DCV) são antecedidas por quadros inflamatórios sistêmicos ou até mesmo locais, contribuindo diretamente para o remodelamento e/ou alterações do trofismo deste órgão. A lesão renal, seja aguda ou crônica , é uma patologia altamente complexa e ainda não totalmente compreendida, porém é considerada uma doença inflamatória destacando contribuições da lesão endotelial, infiltração leucocitária e a geração de mediadores inflamatórios pelas células tubulares renais, os quais, dependendo do grau, podem atingir outros órgãos como, por exemplo, pulmões, fígado e coração. Em relação ao tecido cardíaco, ainda não são conhecidos os efeitos desta resposta inflamatória sistêmica no coração. Neste trabalho, nós formulamos uma hipótese de que o quadro inflamatório sistêmico secundário a lesão renal aguda pode exercer efeitos negativos sobre trofismo cardíaco, capazes de induzir alteração do crescimento celular, e conseqüente fibrose tecidual, via modulação por citocinas pró-inflamatórias. Diante do exposto, nosso objetivo inicial é avaliar o perfil inflamatório no tecido cardíaco de camundongos submetidos à lesão renal aguda por isquemia e reperfusão. Esperamos obter resultados inovadores que possam ser futuramente traduzidos para benefício dos pacientes. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAIO-SILVA, WELLINGTON; DA SILVA DIAS, DANIELLE; JUNHO, CAROLINA VICTORIA CRUZ; PANICO, KARINE; NERES-SANTOS, RAQUEL SILVA; PELEGRINO, MILENA TREVISAN; PIERETTI, JOANA CLAUDIO; SEABRA, AMEDEA BAROZZI; DE ANGELIS, KATIA; CARNEIRO-RAMOS, MARCELA SORELLI. Characterization of the Oxidative Stress in Renal Ischemia/Reperfusion-Induced Cardiorenal Syndrome Type 3. BIOMED RESEARCH INTERNATIONAL, v. 2020, OCT 9 2020. Citações Web of Science: 0.
JUNHO, CAROLINA VICTORIA CRUZ; CAIO-SILVA, WELLINGTON; TRENTIN-SONODA, MAYRA; CARNEIRO-RAMOS, MARCELA SORELLI. An Overview of the Role of Calcium/Calmodulin-Dependent Protein Kinase in Cardiorenal Syndrome. FRONTIERS IN PHYSIOLOGY, v. 11, JUL 14 2020. Citações Web of Science: 0.
LOPEZ ALARCON, MARIA MICAELA; TRENTIN-SONODA, MAYRA; PANICO, KARINE; SCHLEIER, YGOR; DUQUE, THABATA; MORENO-LOAIZA, OSCAR; DE YURRE, AINHOA RODRIGUEZ; FERREIRA, FABIANNO; CAIO-SILVA, WELLINGTON; COURY, PEDROSA ROBERTO; PAIVA, CLAUDIA N.; MEDEI, EMILIANO; CARNEIRO-RAMOS, MARCELA SORELLI. Cardiac arrhythmias after renal I/R depend on IL-1 beta. JOURNAL OF MOLECULAR AND CELLULAR CARDIOLOGY, v. 131, p. 101-111, JUN 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.