Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do teor de sensibilização por treinamento de profissionais da saúde para gestão participativa e humanizante de equipes e comunidades: ASSIST-SUS, atenção humana para a qualidade da vida

Processo: 05/58514-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa em Políticas Públicas para o SUS
Vigência: 01 de janeiro de 2006 - 31 de março de 2006
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Convênio/Acordo: CNPq - PPSUS
Pesquisador responsável:Renato Salviato Fajardo
Beneficiário:Renato Salviato Fajardo
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Sistema Único de Saúde  Formação e capacitação de recursos humanos  Qualidade de vida  Transdisciplinaridade 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Pesquisa...publicas_256_187_187.pdf

Resumo

O projeto de pesquisa visa desenvolver metodologia para sensibilizar profissionais pertencentes ao SUS, em aspectos afeitos à humanização da atenção e descentralização de gestão. Para tanto, serão desenvolvidas estratégias onde um treinamento (ASSIST -SUS), perfeito em três blocos de três horas cada, será aplicado para evolução de cada tema: a) humanizações da atenção - através de conteúdo programático reflexivo e dinâmico, propõem revisões cognitivas e comportamentais da prática e sua sistemática; b) descentralização de gestão - através de metodologia participativa, que produzirá um instrumento de diagnóstico institucional, o qual elencará prioridades regionais, municipais e locais em busca de moções para inserção ativa dos servidores e a própria comunidade para promoção de saúde e qualidade de vida. Tal modelo, enaltecendo o engajamento, participação e co-responsabilidade dos indivíduos no sistema, acompanha a criação de comitês para monitoramento e intercomunicação dos atores nos diversos níveis de decisão e abrangência do SUS. Pretende-se assim, reciclagem de cerca de 1000 colaboradores, organizados em grupos de no máximo 40 componentes, advindos dos diversos municípios pertencentes à Diretoria Regional de Saúde - DIR VI. Espera-se com o trabalho, alinhavar-se modelo de participação ativa dos diversos segmentos envolvidos nas atividades da saúde, inserindo-se a universidade na equação do processo. (AU)