Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto das ações de atenção básica na prática do aleitamento materno e na saúde bucal do binômio mãe-filho

Processo: 06/61615-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa em Políticas Públicas para o SUS
Vigência: 01 de maio de 2007 - 30 de junho de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Convênio/Acordo: CNPq - PPSUS
Pesquisador responsável:Suzely Adas Saliba Moimaz
Beneficiário:Suzely Adas Saliba Moimaz
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Aleitamento materno  Serviços de saúde  Assistência à saúde  Promoção da saúde  Desmame  Fatores de risco  Saúde bucal  Relações mãe-filho 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Pesquisa...publicas_230_173_174.pdf

Resumo

A garantia da saúde materno-infantil é uma das metas para o milênio. Em países em desenvolvimento como o Brasil, onde a desnutrição infantil é um problema de saúde pública e a falta de condições mínimas de sobrevivência ainda é um obstáculo a ser superado por milhões de habitantes, o incentivo para o aleitamento materno mostra-se como uma medida eficaz de promoção de saúde. A lactação é uma das maneiras mais eficientes de atender aos aspectos nutricionais, imunológicos, psicológicos e ao desenvolvimento de uma criança no seu primeiro ano de vida. A respiração, a deglutição, a mastigação e a fonoarticulação constituem funções desenvolvidas durante a amamentação e qualquer desequilíbrio nesse sistema, criado pelo tipo e período de aleitamento indesejável, pode gerar necessidades insatisfeitas de sucção, propiciando a aquisição de hábitos nocivos à saúde e de má oclusão dentária. Assim, a prevenção da má oclusão torna-se uma razão a mais para a ênfase na orientação da lactante. Gestantes e crianças fazem parte dos grupos prioritários nos serviços de saúde, atendendo às diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Programa Saúde da Família (PSF). Como estratégia de avaliação e acompanhamento da atenção básica, o Ministério da Saúde está promovendo o desenvolvimento de metodologias de gestão interna ou autogestão para melhoria contínua da qualidade no PSF. O objetivo deste estudo é verificar o impacto das ações do PSF nas práticas do aleitamento materno e nas condições de saúde bucal de mães e filhos, especificamente na prevalência e tempo de aleitamento, por meio da comparação entre dois municípios da região de Araçatuba, SP, estando o PSF implantado em um deles. Serão selecionadas todas as gestantes atendidas em um período de dois meses nas Unidades Básicas de Saúde de cada município e acompanhadas até seus filhos completarem seis meses de idade. Serão realizadas entrevistas domiciliares com as gestantes abordando aspectos socioeconômicos e culturais e amamentação e também avaliadas as condições de saúde bucal de gestantes por meio da realização de exames bucais. As crianças serão acompanhadas do nascimento até completarem 6 meses de vida, avaliando a dieta infantil, frequência, duração do aleitamento materno e fatores determinantes envolvidos na prática do aleitamento materno. Os resultados obtidos sobre as práticas de aleitamento serão comparados entre os municípios. Com os resultados, espera-se obter um panorama da prevalência da amamentação, dos fatores relacionados à sua prática, da influência da atenção básica em saúde na assistência materno-infantil, além de se avaliarem as ações do Programa Saúde da Família no incentivo ao aleitamento materno. Posteriormente, será realizada a capacitação dos profissionais de saúde envolvidos na promoção do aleitamento materno. Os resultados serão de ordem pública e apresentados na forma de artigo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NAJARA BARBOSA ROCHA; CLÉA ADAS SALIBA GARBIN; ARTÊNIO JOSÉ ISPER GARBIN; ORLANDO SALIBA; SUZELY ADAS SALIBA MOIMAZ. Longitudinal study into the determining factors of dental caries in children aged 4: socio-behavioral aspects and oral health of pregnant women. RGO - Revista Gaúcha de Odontologia, v. 65, n. 1, p. -, Mar. 2017.
ROCHA, NAJARA BARBOSA; SALIBA MOIMAZ, SUZELY ADAS; ISPER GARBIN, ARTENIO JOSE; SALIBA, ORLANDO; SALIBA GARBIN, CLEA ADAS. Relationship between Perception of Oral Health, Clinical Conditions and Socio-Behavioral Factors of Mother-Child. PESQUISA BRASILEIRA EM ODONTOPEDIATRIA E CLINICA INTEGRADA, v. 15, n. 1, p. 115+, 2015. Citações Web of Science: 2.
SUZELY ADAS SALIBA MOIMAZ; CLÉA ADAS SALIBA GARBIN; ARTÊNIO JOSÉ ISPER GARBIN; LÍVIA GUIMARÃES ZINA; SÉRGIO DONHA YARID; KLÉRYSON MARTINS SOARES FRANCISCO. Sistema de Informação Pré-Natal: análise crítica de registros em um município paulista. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 63, n. 3, p. 385-390, Jun. 2010.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.