Busca avançada
Ano de início
Entree

Utilização de células-tronco autólogas para tratamento de lesões em equinos e outros animais

Processo: 06/51839-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de agosto de 2006 - 28 de fevereiro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Alexandre Kerkis
Beneficiário:Alexandre Kerkis
Empresa:Genética Aplicada a Atividades Veterinárias Ltda. - ME
Município: São Paulo
Bolsa(s) vinculada(s):06/56937-7 - Utilização de células tronco autólogas para tratamento de lesões em equinos e outros animais, BP.PIPE
Assunto(s):Células-tronco adultas  Células-tronco embrionárias  Terapia baseada em transplante de células e tecidos  Equinos  Lesões em animais 

Resumo

Nos últimos anos os pesquisadores voltaram suas atenções para um novo e promissor campo da ciência. O estudo das células tronco. Devido a suas características de auto-renovação e capacidade de se diferenciar em diversos tipos celulares, abriram-se inúmeras perspectivas tanto no campo científico quanto no comercial. Nos anos mais recentes surgiu um novo campo da ciência aplicada ao qual se denominou engenharia de tecidos, o qual visa à cura de tecidos lesionados pela introdução local das células tronco. Este fato abriu uma grande perspectiva no campo veterinário, pois irá possibilitar a cura de lesões até então crônicas ou sem perspectiva como lesões nervosas, artrites, lesões nos tendões e ruptura de ligamentos suspensórios. Os estudos mostram que o principal fator na reparação e regeneração dos tecidos é a existência de células apropriadas. A presença das células é crucial devido ao seu potencial de proliferação, sinalização celular, produção de biomoléculas, formação de matrix extracelular assim como fatores de crescimento, dentre outros. O número de células introduzidas no local injuriado vai influenciar fortemente a natureza dos processos de sinalização celular, envolvidos na formação de um tecido regenerado Entretanto, para que a engenharia de tecidos atinja um âmbito comercialmente expressivo, algumas questões necessitam de respostas: Quais as melhores fontes de células tronco para aplicação terapêutica? Quantas células são necessárias? Quanto tempo o animal necessita para retornar as suas atividades normais? Qual o custo do tratamento? Este projeto tem como objetivo obter as respostas que serão a base do conhecimento para a terapêutica em nível comercial. Hoje, segundo os veterinários da área, as técnicas utilizadas são paliativas, ocorrendo invariavelmente agravamento das lesões após reutilização dos animais. São as chamadas recidivas, temidas pelos profissionais da área veterinária. As células tronco constituem a grande promessa para os tratamentos do futuro. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MAMBELLI, LISLEY I.; MATTOS, RODRIGO C.; WINTER, GUSTAVO H. Z.; MADEIRO, DENER S.; MORAIS, BRUNA P.; MALSCHITZKY, EDUARDO; MIGLINO, MARIA ANGELICA; KERKIS, ALEXANDRE; KERKIS, IRINA. Changes in Expression Pattern of Selected Endometrial Proteins following Mesenchymal Stem Cells Infusion in Mares with Endometrosis. PLoS One, v. 9, n. 6 JUN 5 2014. Citações Web of Science: 15.
MAMBELLI, L. I.; WINTER, G. H. Z.; KERKIS, A.; MALSCHITZKY, E.; MATTOS, R. C.; KERKIS, I. A novel strategy of mesenchymal stem cells delivery in the uterus of mares with endometrosis. Theriogenology, v. 79, n. 5, p. 744-750, MAR 15 2013. Citações Web of Science: 18.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.