Busca avançada
Ano de início
Entree

Fabricação de protótipos de implantes de plástico, implantes de aço inoxidável por meio de fios trançados e implantes de tubos de aço inoxidável cortados por eletroerosão para tratamento de estenoses

Processo: 06/52095-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de dezembro de 2006 - 30 de setembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Winston Bonetti Yoshida
Beneficiário:Winston Bonetti Yoshida
Empresa:Elizaide Luzia de Alvarenga Yoshida - ME
Município: Botucatu
Assunto(s):Aterosclerose  Procedimentos cirúrgicos vasculares  Isquemia  Contenedores 

Resumo

Com projeto de pesquisa financiado pelo CNPq, desenvolvemos um modelo diferenciado de filtro de vela cava, o qual foi testado com sucesso em carneiros (Int Angiol 2004;23:170-6). O filtro foi patenteado com n° PI 9907614-4), em conjunto com a Unesp. Com projeto financiado pela FAPESP (Proc. 03/10854-5), montamos um oficina dentro dos Laboratórios Experimentais da Faculdade de Medicina de Botucatu-Unesp e começamos o aperfeiçoamento e a produção deste filtro de veia cava, bem como do aplicador do filtro, e tivemos a autorização do Conep para implante em 10 pacientes. Os filtros foram implantados com sucesso em 07 pacientes até o momento e estes foram objeto de relatório científico para FAPESP em janeiro de 2006. Aproveitando as instalações da oficina, iniciamos o desenvolvimento de alguns instrumentais cirúrgicos com apoio de Depto de Cirurgia e Ortopedia desta Instituição, destacando-se uma bomba descartável de injeção de contraste radiográfico, que foi objeto de patente em conjunto com a Unesp (PI 0202884-0). Ao mesmo tempo desenvolvemos com recursos próprios outros protótipos, como conjuntos (Kits) para confecção cirúrgica de fístulas artério-venosas para hemodiálise, afastado r autostático para cirurgia abdominal. compressor de óstios de artérias lombares para cirurgia de aneurismas de aorta abdominal, grampeador automático para sutura de pele com agrafes, espingarda de ar comprimido para lançamento de dardos para anestesia de animais à distância e canetas descartáveis 2 em 1 , para aspiração de sangue ou secreções e irrigação de tecidos, os quais estão em processo de patenteamento no momento. A experiência obtida no desenvolvimento desses materiais nos encorajou a associar a uma empresa de material médico na incubadora de empresas de Botucatu e a iniciar pesquisas para produção de stents (implantes) de aço inoxidável ou de liga de níquel -titânio por meio de eletro-erosão, implantes de plásticos e implantes de fios de aço inoxidável trançados, de modo a substituir importações. O processo tradicional de produção de implantes é feito com corte a laser de tubos metálicos (Revista Pesquisa FAPESP-abril 2005). Propomos a produção deste material através de eletro-erosão por penetração de tubos metálicos com eletrodos pré-moldados e também implantes de fio de aço trançados bem como implante de plásticos. Sendo assim, o presente projeto visa obter financiamento para desenvolvimento de protótipos desses implantes e seu aperfeiçoamento para teste futuros em animais de experimentação (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.