Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do ultrassom de baixa intensidade na consolidação de falha óssea na metáfise distal do rádio de cães

Processo: 04/14885-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2005 - 30 de novembro de 2007
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Bioengenharia
Pesquisador responsável:José Batista Volpon
Beneficiário:José Batista Volpon
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Terapia por ultrassom  Ultrassom  Pseudoartrose  Osteotomia  Cães 

Resumo

As anomalias de consolidação óssea são, ainda, situações de difícil manejo na ortopedia, principalmente quanto do paciente apresenta fatores de risco para cirurgia, que é o tratamento eletivo para a condição. Assim, buscam-se métodos não invasivos que possam tratar e até prevenir uma anomalia de consolidação no paciente com fatores de risco. Está bem estabelecido que o ultrassom de baixa intensidade é capaz de prevenir o desenvolvimento de anomalias de consolidação em modelo experimental de pseudartrose. Serão usados 16 cães, adultos em que se criará cirurgicamente um defeito de 3mm de largura na metáfise distal do rádio com uma osteotomia transversal de ressecção. Em um grupo será aplicado ultrassom na região da ostetomia (1 vez ao dia por 3 meses). Outro grupo ficará sem tratamento. O processo de reparação será avaliado por radiografias sequenciais, histologia por fluorescência do osso, microscopia de luz e vascularização óssea. (AU)