Busca avançada
Ano de início
Entree

Características vegetativas, reprodutivas das plantas e fatores abióticas e sua relação com a evolução da biomassa floral e da seleção sexual em angiospermas tropicais

Processo: 05/01428-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2005 - 30 de setembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Marlies Sazima
Beneficiário:Marlies Sazima
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Reprodução vegetal  Polinização  Angiospermas  Flores  Biomassa  Filogenia  Cerrado  Mata Atlântica 

Resumo

As flores são estruturas chave na evolução das angiospermas, pois, por seu intermédio, ocorre o processo de reprodução sexuada. Para desempenhar esta função as flores exibem estratégias que favorecem seu sucesso reprodutivo. Animais visitam flores em busca de recursos alimentares, no entanto, ao transportar grãos de pólen entre os indivíduos da mesma espécie vegetal, atuam como mediadores no processo de seleção sexual, importante força na evolução floral. Fatores ecológicos que afetam a relação entre plantas e polinizadores podem influenciar a evolução das estratégias reprodutivas das espécies. Fatores abióticos, a distribuição espacial, o tamanho populacional e a história de vida das plantas podem modificar a abundância e a distribuição dos recursos para os polinizadores, alterando padrões de transporte de pólen, fluxo gênico e pressões seletivas responsáveis pela evolução floral. A diversidade de angiospermas nos trópicos é alta quando comparada com a de outras regiões e reflete diretamente sobre a grande diversidade floral e de polinizadores. Este projeto propõe compreender a diversidade das estratégias reprodutivas em formações vegetais tropicais, a modulação por características vegetativas e reprodutivas da planta e abióticas do meio na relação entre flores e polinizadores, como, também, verificar a existência de consistência biogeográfica dos padrões alométricos em relação às estratégias reprodutivas das plantas. Serão utilizados testes estatísticos de análise de variância, regressões lineares e métodos comparativos com base em filogenias moleculares, visando responder a estes objetivos... (AU)